Cidadeverde.com

Mãe: a metade mais importante

Hoje, assim como em 2018, resolvi dedicar o post às mães. Em 2018, resolvi falar sobre a mãe do Dmitri Mendeleiv, o criador (ou aperfeiçoador) da Tabela Periódica, cuja mãe tem uma história fabulosa de luta pelo crescimento e desenvolvimento do filho (vale a pena ler novamente).

Inicialmente gostaria de justificar o título. No dia dos pais de 2018 escrevi um post com o título: Pai: a metade do todo (veja aqui),  numa referência à metade do DNA usado para compor cada filho. Ao me referir sobre a metade mais importante quero apenas lembrar que além da metade de todo o DNA de cada filho, as mães fornecem também o chamado DNA mitocondrial, visto que, durante a concepção, a célula gamética mais importante é o óvulo, que subsidia grande parte da transformação do zigoto em embrião, contendo inclusive esta porção de DNA (da mitocôndria) que é passada para todas as nossas células, sendo um material genético exclusivamente materno.

Na natureza encontramos diversos exemplos nos quais o papel da mãe vai além do que conhecemos. Existem espécies de anfíbios, cujas fêmeas carregam os filhotes na própria boca. Enquanto os filhotes não têm autonomia elas não se alimentam, tentando garantir a sobrevivência do maior número de rebentos. E fêmeas de algumas espécies de inseto que se adaptaram ao longo do processo evolutivo a ter uma única ninhada de filhotes, pois ao invés de fazer oviposição, permanecem com os ovos no próprio corpo, onde as larvas crescem e se alimentam do corpo da mãe, em um exemplo de altruísmo que supera qualquer outro exemplo, pois a mãe vira alimento para os próprios filhos, dadas as condições inóspitas do meio em que vivem.

A natureza dá exemplos diversos que explicam situações impensáveis, como a de uma mãe que pulou no viveiro de um zoológico para, literalmente, tirar seu filho da boca do crocodilo. A criança caiu e ela não pensou duas vezes, ao salvá-la. Este instinto maternal que grande parte das mães tem explica uma porção de situações que vemos nos noticiários mundo afora.

Assim, desejo a todos e todas um feliz dia das mães. Mesmo neste momento difícil, mesmo distantes, em razão da pandemia, o amor e o carinho traduzem este bem maior que temos.

Feliz Dia das Mães!!!