Cidadeverde.com

Conheça a Lagoa conhecida como Pantanal do Piauí

  • foto_10_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • foto_08_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • foto_07_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • foto_06_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • foto_05_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • foto_03_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • foto_02_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • Foto_01_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias
  • foto_09_OK.jpg Fotos: João Luiz Dias

 

Ela fica no município de Elizeu Martins (a 494 km de Teresina), mais precisamente na comunidade lagoa da barra, 22km do centro da cidade. Estamos falando da Lagoa Poço da Pedra ou Lagoa da Barra, um verdadeiro oásis no sul do Piauí. A lagoa que fica numa região de beleza exuberante, possui 6km de extensão e 1,5km de largura é conhecida como Pantanal do Piauí.

É banhada pelo riacho do castelo e também por um braço do Rio Gurgueia. Fica dentro de duas propriedades particulares, fazenda poço da pedra e fazenda barra do riacho.  Segundo o vereador de Elizeu Martins Joao Luiz Dias, que também é presidente da Colônia de Pescadores Z-42, a posse de uso da área é dos pescadores. “Já houve disputa entre fazendeiros da região expulsando inclusive pescadores. Mas ganhamos todas as questões na justiça. A lei é clara os 33 metros é da união. Temos a posse e está lá bem preservada”, disse o representante da categoria. 

Na última terça-feira dia 15 de novembro, início da piracema (período onde a pescada é proibida), houve no entorno da lagoa, uma reunião de conscientização ambiental. O evento contou com a presença de pescadores, moradores das comunidades vizinhas, e da associação dos municípios e do governo do estado. 

A colônia de pescadores possui 180 cadastrados e abrange os profissionais de Elizeu Martins e da comunidade Aliança do Gurgueia que pertence ao município de Colônia do Gurgueia.  De acordo com Joao Luiz, moradores dos municípios de Elizeu Martins, Manoel Emídio, Colônia do Gurgueia, Canavieira e Colônia da Aliança pescam no local. “Essa lagoa é uma das sobrevivências destes municípios. Mas todos que frequentam aqui atuam conscientes da necessidade de preservar esta obra da natureza que é perene”.

A lagoa da Barra, é uma das mais preservadas do Piauí. Por conta disso, possui peixes em abundancia, no local é fácil encontrar: Surubim, Traíra, Curimatá e o Piau cabeça gorda além do Jacaré, Capivara e outros animais silvestres. “O local é tão belo e farto que por aqui chamamos de Pantanal do Piauí. Queremos agora uma maior atenção do estado para com esse belíssimo cartão postal”.

Com início da piracema o local está fechado para a pesca, sendo reaberto somente no dia 16 de março com o fim do período proibitivo. “Seguiremos todas as regras para que esse ambiente continue preservado e orgulhando o povo do sul do Piauí. Vamos sugerir as autoridades uma lei transformando a lagoa como patrimônio material do estado, finalizou Joao Luiz.