Cidadeverde.com

Suspeito de matar mãe de desafeto, apreendido, também teria matado taxista

A Polícia Militar prendeu no município de Esperantina, na tarde de ontem (23), o último suspeito de participar da morte de Maria Gorete Pereira de Sousa, no bairro Primavera, zona Norte de Teresina. A vítima foi atingida com um tiro no peito e a informação da polícia é de que ela seria mãe de um rival dos suspeitos. 

De acordo com o comandante da Rone, tenente-coronel Raimundo Sousa, o jovem tem apenas 17 anos e teria participado também do homicídio contra o taxista Carlos Alberto de Sousa, em agosto do ano passado.

 

A ação criminosa contra o taxista causou grande comoção popular. O crime ocorreu na rua Anísio de Abreu, centro de Teresina, e foi registrado por câmeras de segurança de um condomínio. De acordo com o comandante da Rone, o adolescente seria o responsável por conduzir o táxi roubado da vítima. No vídeo, ele aparece de camisa azul e após o comparsa sair correndo atrás do taxista, o jovem se aproxima e aplica uma voadora na vítima que cai.

Sobre o crime desta semana, a morte da mulher teria ocorrido por engano, enquanto os quatro jovens buscavam executar um rival da região, filho de Maria Gorete. 

O restante do grupo  foi apreendido em Teresina nos bairros Porenquanto, Morro da Esperança e Ilhotas e levado para a Central de Flagrantes de Teresina. Um dos suspeitos foi encontrado com 10 pedras de crack e fazia consumo do entorpecente no momento em que foi localizado. Com eles também foi apreendido um aparelho celular contendo áudios em que os suspeitos conversam sobre o crime logo após ocorrido ()

Em um dos arquivos, um dos jovens afirma ter visto pela televisão a notícia da morte da vítima e questiona os colegas: "Vocês mataram a mulher sem ela ter nada a ver, 'ladrão', porque vocês fizeram isso aí? Isso aí foi vacilo".  

De acordo com a polícia, todos têm passagens por crime de roubo. A principal suspeita da polícia é de que havia uma disputa pelo território do tráfico na região. 


Entenda

Segundo os policiais, os jovens roubaram um carro no bairro Ilhotas na tarde desta quarta-feira (22), mantiveram a proprietária refém e após libertá-la foram até o local onde o crime ocorreu.

Os jovens chegaram à casa do alvo dos tiros e, sem encontrá-lo, dispararam contra duas mulheres que estavam na porta de casa. Uma delas era mãe do rapaz que seria assassinado. 

Maria Gorete morreu a caminho do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) após ser atendida pelo Samu. Sua vizinha, que levou um tiro no braço, recebeu atendimento médico. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com