Cidadeverde.com

CNC e BNB assinam convênio de acesso ao crédito para empresas de Floriano

O SESC SENAC PIAUÍ juntamente com a Superintendência do Banco do Nordeste do Piauí (BNB) e a Presidência do Sindicato do Comércio Varejista de Floriano - SINCOMFLOR, realizaram nesta última sexta-feira (9), a apresentação do convênio firmado entre a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo - CNC e  Banco do Nordeste, que visa facilitar as ações de financiamento e apoio às empresas do comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Piauí, uma parceria entre as duas organizações para potencializar os resultados dessas aplicações. 

O evento, sediado no Hotel Rio Parnaíba, também contou com empresários e empreendedores de Floriano e abordou sobre a importância do microcrédito para micro, pequenas e médias empresas no fomento à economia, bem como sobre os processos para concessão de crédito pelo BNB para os setores do comércio de bens, serviços e turismo. O vice-prefeito, Antonio Reis e a secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Jaqueline Monteiro, também estiveram presentes. A assinatura do termo do convênio foi realizada pelo vice-prefeito juntamente com o superintendente do BNB, Expedito Neiva e o presidente do SINCOMFLOR, Conegundes Gonçalves. 

“Foi bem colocada a maneira como os empréstimos podem acontecer para os diferentes tipos de empresa. Por exemplo, se uma microempresa precisar de um empréstimo de 5.000 reais, é necessário um projeto que passará por aprovação, para posterior liberação do crédito. Mas, se for de R$ 3.000,00 essa microempresa não tem necessidade de projeto, podendo solicitar direto ao banco”, afirmou Jaqueline Monteiro.

A secretária também destacou a importância desta parceria para os microempreendedores da região. “O município vai fazer essa relação entre empresários e o BNB, através da Sala do MEI, onde as pessoas que quiserem orientações para a elaboração de projetos, poderão estar nos procurando para assim poder pedir o financiamento e alavancar seus empreendimentos. Também é possível se dirigir ao banco para fazer isso”, afirmou Jaqueline.

ascom