Cidadeverde.com

No Maranhão, motorista sem habilitação atropela e mata atleta de ciclismo

Foto:Reprodução/Facebook

O ciclista do município de Floriano, Cássio Alves de Almeida, 50 anos, morreu no Hospital Tibério Nunes, após ser atropelado na BR 278, no município de São Francisco do Maranhão. O atleta costumava treinar no trecho da BR 278, que liga a cidade de São Francisco do Maranhã a Barão de Grajaú.

No domingo (20), Cássio treinava por volta das 18h30 quando foi atropelado por uma S10. O motorista do carro identificado como Gabriel Barbosa de Sousa, 19 anos, não possui carteira de habilitação.

De acordo com o delegado de São Francisco do Piauí, Firmino Vilarinho, o motorista foi autuado por homicídio culposo com o agravante de não possuir habilitação. 

“O ciclista Cássio vinha em uma bicicleta no sentido São Francisco do Maranhão a Barão do Grajaú. E a S 10 branca vinha no sentido de Barão de Grajaú ao povoado Bem me Quer.  Eles estavam em sentido contrário. A S 10 colidiu com a bicicleta em uma curva. O Cássio foi arremessado em uma ribanceira. A Polícia Militar apresentou o dono do carro e ele foi autuado em flagrante por homicídio culposo qualificado pela falta de habilitação”, destacou.

A perícia vai dizer se o condutor do veículo estava em alta velocidade. A estrada é conhecida por possuir muitas curvas.  “Acreditamos que não era uma velocidade baixa porque a vítima foi arremessada em alta velocidade para fora da estrada”, disse o delegado.

Cássio era um dos principais atleta do Piauí da categoria Over 50. Ele foi campeão piauiense no ano de 2018. A Federação Piauiense de Ciclismo lamentou o falecimento do atleta. 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com