Cidadeverde.com

Polícia vai investigar se adolescente morreu após explosão de máquina de tatuagem

Foto: Ascom/Sesapi

A Polícia Civil de Floriano está investigando a morte do adolescente Douglas Rodrigues de Sousa, 16 anos. Ele morreu na madrugada dessa quinta-feira (14) após dar entrada no Hospital Regional Tibério Nunes. 

Há informações iniciais  que a morte teria ocorrido após uma máquina de fazer tatuagem explodir na casa do padrasto da vítima. Ele estaria tatuando o próprio corpo no momento do suposto acidente. No entanto, a tese mais forte da  Polícia Civil é de homicídio. 

De acordo com o delegado Bruno Ursulino, o corpo de Douglas tem uma perfuração. "Surgiu uma história muito controversa. A polícia não acredita muito nessa história de máquina ter explodido não. A principal suspeita é de homicídio", contou o delegado ao Cidadeverde.com

A Polícia Civil fará  levantamento no local de crime para elucidar a morte do adolescente.

O adolescente, segundo o delegado Bruno Ursulino, é suspeito de participar de roubos na região. 

 


Izabella Pimentel
[email protected]