Cidadeverde.com

Prefeitura inicia entrega de cestas básicas para famílias carentes em Floriano

 

Começou na manhã desta sexta-feira (3) o trabalho de distribuição de cestas básicas para as famílias florianenses. Os moradores do Conjunto Habitacional Zé Pereira, no bairro Meladão, foram os primeiros a serem contemplados com a ação que busca amenizar os efeitos do atual momento de crise vivido em todo país pelo coronavirus. "Este é um presente que estamos recebendo e só temos a agradecer as autoridades pela ajuda", disse com felicidade a dona Francisca, desempregada e mãe de duas crianças.

A ação do governo municipal beneficiará um total de 10 mil famílias, tanto na zona urbana como na zona rural de Floriano, obedecendo a critérios de vulnerabilidade, entre eles: pessoas de baixa renda, trabalhadores informais, autônomos e famílias com crianças matriculadas em escolas e creches da rede municipal de ensino.

O trabalho é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SEMDAS) e envolve os agentes comunitários de saúde e assistentes sociais, que juntos realizam a entrega das cestas básicas de porta em porta. A identificação das famílias de maior vulnerabilidade ocorre através de um levantamento criterioso dos cadastros do Bolsa Família e informações dos agentes comunitários de saúde.

A ideia é promover um trabalho sem aglomerações e tumultos. "Nenhuma pessoa precisará sair de suas casas, nem fazer cadastros ou pegar senhas, pois nossas equipes chegarão a todas as famílias que precisam dos alimentos", disse Rafaela Barros, secretária de Desenvolvimento e Assistência Social.

Ainda nesta manhã, a distribuição também teve início nas comunidades rurais de Floriano. O prefeito Joel Rodrigues acompanhou o trabalho das equipes e reafirmou que o município tem tomando tomas as medidas necessárias para o enfrentamento ao coronavirus. "Este é um momento de olhar com mais atenção para as famílias. Estamos entregando 10 mil cestas básicas para amenizar os prejuízos diante da necessidade do isolamento social, tão importante para conter a disseminação da doença", finalizou Joel.

 

Da Redação

redaçã[email protected]