Cidadeverde.com

Terminal Turístico será transformado em Centro de Especialidades Infantis

Foto: Prefeitura de Floriano

O prefeito de Floriano, Joel Rodrigues e o Secretário de Saúde, James Rodrigues, visitaram na manhã desta terça-feira, 26, o Terminal Turístico de Floriano. O objetivo da visita que foi acompanhada pelos Secretários de Cultura, Leonardo Batista e Desenvolvimento Econômico, Fabiano Araújo, foi avaliar a estrutura do prédio para a instalação do Centro de Especialidades Infantis, o CEI. 

A ideia do novo centro de saúde é realizar o maior número de atendimentos em especialidades médicas e multiprofissional em um mesmo lugar. “As equipes serão formadas por profissionais médicos como o neuropedriatra, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes social, nutricionistas e outras especialidades”, disse James Rodrigues. 

“Nossa equipe chegou à conclusão que um prédio com a importância histórica do Terminal turístico de Floriano não poderia ficar fechado. Então determinei os estudos para a implantação desse centro de saúde que vai ajudar inúmeras famílias. Para que as pessoas possam entender, apenas na rede municipal de educação nós temos mais de 700 crianças com algum tipo de deficiência”, disse o Joel Rodrigues. 

O projeto se baseia no Centro Especializado em Reabilitação (CER), instituído através da Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde e está voltada para a inclusão das pessoas com deficiência em toda a rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). “Vamos utilizar recursos do tesouro municipal para reformar o prédio, climatizar e dar condições necessárias para implantar um espaço que vai acolher pais e responsáveis de crianças e adolescentes com alguma tipo de deficiência física e intelectual”, disse Joel Rodrigues. 

Ampliação da UBS Elias Oka

O prefeito Joel Rodrigues e o secretário de saúde de Floriano, James Rodrigues também visitaram a Unidade Básica de Saúde Elias Oka/PAM. Os gestores anunciaram a ampliação do local que deve acontecer nos próximos meses ampliando a capacidade de atendimento e dando melhores condições estruturais e de segurança aos profissionais de saúde daquele posto.

Da Redação
[email protected]