Cidadeverde.com

CTA de Floriano passa a distribuir autoteste de HIV

Foto: Prefeitura de Floriano

A cidade de Floriano passa a oferecer através do Centro de Testagem e Aconselhamento o autoteste de HIV que detecta anticorpos contra o vírus presentes no organismo da pessoa com HIV. O período entre a infecção e a detecção desses anticorpos é denominado janela imunológica. Todas as dúvidas devem ser esclarecidas no próprio órgão que fica localizado entre as ruas Fernando Marques e São Pedro. 

Segundo Herica Leal, Coordenadora do CTA de Floriano, a testagem não deve ser realizada durante a janela imunológica, pois os testes poderão apresentar resultados não reagentes (negativos). “O período da janela imunológica é de geralmente 30 dias, mas pode variar de acordo com capacidade de produção dos anticorpos anti-HIV pelo organismo e também de acordo com o teste. Portanto, antes de realizar a testagem, verifique sempre a bula do teste”, explica. 

A coordenadora diz que é muito importante saber se você tem o vírus, pois, quanto antes souber, mais cedo pode começar o tratamento e evitar a evolução para a doença. “Infelizmente, muitas pessoas só sabem que estão com vírus quando começam a adoecer, apresentando os sintomas da aids. Iniciando o tratamento o quanto antes, evita-se o adoecimento, dando à pessoa qualidade de vida. Além disso, o tratamento diminui o risco de transmitir HIV para outras pessoas”, disse. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define o autoteste como um processo no qual uma pessoa coleta sua própria amostra (fluido oral ou sangue) e, em seguida, realiza um teste e interpreta o resultado, sozinho ou com alguém em quem confia. Este teste representa mais um passo frente aos esforços para aumentar a autonomia do indivíduo, descentralizar os serviços e criar demanda de testes de HIV.

Herica Leal alerta que o autoteste precisa seguir todos os passos e o paciente deve estar consciente da interpretação. Os resultados que podem aparecer são: “reagente”; “não reagente”. Ao verificar que o resultado é “reagente”, ou seja, positivo, isso indica que a pessoa pode estar infectada pelo HIV. Entretanto, esse não é um resultado definitivo. Nesse caso, ela deve procurar o serviço de saúde para realizar outros testes que irão confirmar ou não o resultado reagente.

Da Redação
[email protected]