Cidadeverde.com

Multa para quem não usar máscara em Floriano pode chegar a R$ 353

Foto: Instagram/joelrodriguespi


O prefeito Joel Rodrigues, da cidade de Floriano, determinou a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção facial em espaços públicos. O decreto estará vigente a partir da próxima segunda-feira (03) e quem descumprir a decisão será multado e conduzido ao departamento de polícia para lavratura de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Veja o decreto

A medida foi adotada para evitar o aumento do número de casos confirmados para a Covid-19. No boletim da Secretaria Estadual de Saúde, a cidade de Floriano registra 449 casos confirmados e 10 mortes pelo novo coronavírus. 

O decreto determina que a multa será no "valor de 50 UFMF (Unidade Fiscal do Município de Floriano". E, havendo reincidência, "o infrator ficará sujeito à multa no valor de 100 UFMF".

A Secretaria Municipal de Saúde de Floriano explica que o valor de 50 UFMF, corresponde aos valores de 2020, ou seja, de R$ 176,50.  Uma UFMF custa R$3,53. Já a multa de 100 UFMF chega a R$ 353,00.

O prefeito Joel Rodrigues usou as redes sociais para pedir que os moradores da cidade respeitem o isolamento social e o uso da máscara de proteção.

"Hoje registramos 18 casos confirmados para Covid-19. E 4 pacientes que tiveram alta clínica, agora são considerados recuperados. Infelizmente, chegamos a 449 casos, destes 13 estão internados no Hospital Tibério Nunes. Mais do que nunca precisamos de você: só saia (de casa) se for realmente necessário, use máscara e respeite o distanciamento social. A responsabilidade é de todos".

Em Floriano, que já registrava alto índice de transmissão da Covid-19, o hospital Tibério Nunes está com ocupação de leitos no limite.

Carlienne Carpaso
[email protected]