Cidadeverde.com

Floriano incentiva o incremento da avicultura com produtores no município

Na manhã desta quarta-feira, 21, o vice-prefeito de Floriano, Antônio Reis, acompanhado do vereador Edvaldo, do diretor de Departamento de Pecuária, Agricultura e Irrigação da Secretaria de Desenvolvimento Rural de Floriano, Jean Eufrásio, dentre outros representantes, visitaram a localidade Boa Esperança, no povoado Vereda Grande, zona rural de Floriano, para conhecer a produção do criadouro de galinhas canela-preta.

A galinha caipira canela preta trata-se de uma espécie nativa portuguesa e está presente no Brasil desde 1500, trazida pelos colonizadores. No ano de 2008, o analista e biólogo da Embrapa Meio-Norte, Marcos Jacob Almeida, destacou em seus estudos a importância da avicultura alternativa pra o desenvolvimento da agricultura familiar. Com isso redescobrindo, na região de Currais Novos, a galinha canela preta como boa reprodutora de ovos.

A espécie tem comportamento pacífico e manso, é boa reprodutora e se destaca por suas plumagens, coloração dos ovos e sabor. Na localidade Boa Esperança, a produção é distribuída em 600 matrizes voltadas somente para a produção de ovos. A partir dos 6 meses, as galinhas começam a posturas, que é processo de pôr ovos, resultando em uma produção em torno de 200 ovos por dia.  

Para comercialização, somente os frangos são abatidos. Eles são desenvolvidos no regime de criação intensivo e a partir dos 6 meses estão prontos para o abate e no extensivo somente com 8 meses. A venda, no momento, está sendo exclusiva somente para a produção dos ovos, que atualmente estão sendo vendidos em pequenas quantidades, através de pedidos realizados por telefone e entregues por Delivery.

A Secretaria de Desenvolvimento Rural de Floriano, representada pelo secretário da época Assis Carvalho e EMBRAPA, foram os precusores na introdução da raça de galinha canela-preta em Floriano. Uma parceria que iniciou em 2016, com a inclusão de ovos em incubadora, voltado para a reprodução de novas aves da raça.

João Bandeira
Com informações ascom