Cidadeverde.com

Município de Floriano registra 56 casos confirmados de dengue

Nos últimos seis meses, de janeiro a junho de 2021, a Vigilância Epidemiológica de Floriano registrou 64 notificações para casos de dengue no município de Floriano. Desse total, 56 foram confirmados para a doença e o restante aguarda resultado sorológico. 

Segundo o diretor do Centro de Zoonoses de Floriano, Thales Rodrigues, o número preocupa as autoridades de saúde. “Nós já sabemos como prevenir a doença, mas a pandemia acabou deixando a comunidade mais preocupada com o coronavírus. É compreensível, porém devemos redobrar nossos cuidados, pois alguns sintomas da dengue são muito parecidos com a Covid-19”, disse. 

Na zona urbana, os bairros com o maior número de casos confirmados são: São Borja (08), Manguinha (05), Campo Velho (05) e São Cristóvão (05). Na zona rural, a localidade L3 teve 13 casos confirmados da doença. Ao todo, 20 bairros tiveram casos confirmados nos últimos seis meses. 

Confira a lista completa dos bairros e o número de casos confirmados. 

ALTO DA CRUZ - 1
MANGUNHA - 5
CAMPO VELHO - 5
BOM LUGAR - 1
SÃO CRISTOVÃO - 5

IRAPUÁ I - 2
IRAPUÁ II - 1
MELADÃO - 1

MELADÃO - 1
CAJUEIRO II - 2
SAMBAIBA NOVA - 3
CURADOR - 1
LOC. L3 - 13
TABOCA - 1

SÃO BORJA - 8
PEDRO SIMPLICIO - 1
PAULO KALUME - 2
CENTRO - 1
CANOAS - 1
TIBERÃO - 1

A Prefeitura de Floriano continua a campanha “Covid mata e Dengue também”, ação desenvolvida pelas Secretarias de Saúde e Infraestrutura dentro do Projeto Floriano Limpa com as equipes de limpeza pública que estão atuando com várias frentes de trabalho distribuídas por vários bairros da cidade e os agentes de endemias. O objetivo da campanha é conscientizar a população de que ações simples fazem toda a diferença no combate ao mosquito Aedes aegypti. 

Transmissão 
O mosquito que transmite a Dengue, Zika e Chikungunya também é o principal responsável pela transmissão da febre amarela, por isso, é importante combatê-lo, evitando o acúmulo de água parada em recipientes como copos, pneus, tampinhas de garrafa ou vasos de plantas. Saiba mais sobre a transmissão da dengue.

Como combater o Aedes aegypti
Para combater o mosquito da dengue é importante evitar a existência de locais ou objetos, como tampas, pneus, vasos ou garrafas, que possam acumular água parada, facilitando o desenvolvimento do mosquito. Por isso é aconselhado:

- Manter a caixa de água fechada com a tampa;
- Limpar as calhas, removendo as folhas, galhos e outros objetos que possam impedir a passagem da água;
- Não deixar acumular água da chuva sobre a laje;
- Lavar semanalmente tanques utilizados para armazenar água com escova e sabão;
- Manter os tonéis e barris de água bem tampados;
- Encher os pratinhos dos vasos com areia;
- Lavar 1 vez por semana os vasos com plantas aquáticas, usando escova e sabão;
- Guardar as garrafas vazias de cabeça para baixo;
- Entregar os pneus velhos no serviço de limpeza urbana ou guardá-los sem água e abrigados da chuva;
- Colocar o lixo em sacos fechados e fechar bem a lixeira.

João Bandeira
com informações Ascom