Cidadeverde.com

Prefeito Antônio Reis visita UBS referência na Planificação do SUS

O prefeito, Antônio Reis Neto, foi conhecer de perto o trabalho da Planificação do SUS na unidade básica de saúde Viana de Carvalho, que é referência para a região dos Vales dos Rios Piauí e Itaueira. A visita aconteceu na última quinta-feira, dia 28 de julho. A unidade teve toda a sua equipe capacitada e passa agora por um processo de novas metodologias de trabalho que agilizam o atendimento, prioriza o tempo e a humanização, além de fomentar políticas de saúde para a comunidade local.

A secretária de Saúde, Caroline Reis, afirmou que o trabalho realizado na UBS Viana de Carvalho está sendo implementado em todas as equipes de Estratégia de Saúde da Família de Floriano. "É um caminho longo, mas totalmente possível e com o apoio das equipes, vamos conseguir. Quem ganha é a comunidade", disse.

A unidade básica de saúde Viana de Carvalho fica localizada no bairro Sambaíba Velha. O local é a unidade referência do processo de Planificação pelo Ministério da Saúde e consultoria do Hospital Albert Eistein e SESAPI. O atendimento desta UBS é base para a implantação em outras unidades de saúde do município. 


Segundo Meyrilene Ferreira, coordenadora do Planifica em Floriano, a reunião teve como objetivo principal a apresentação dos avanços da unidade ao prefeito Antônio Reis. “Na oportunidade, mostramos ao gestor o que vem dando certo, quais as principais demandas e como outras unidades de saúde serão planificadas”, disse.

Em 2019, o município de Floriano foi selecionado para ser o polo de implantação desse projeto, que atende à rede primária e secundária de saúde. Desenvolvido pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e execução do Hospital Israelita Albert Einstein, o PlanificaSUS tem como objetivo a organização e a integração em rede da Atenção Ambulatorial Especializada com a Atenção Primária. 

Com a implantação, a unidade de saúde Viana de Carvalho foi escolhida para ser a unidade referência, tendo, na pandemia, permanecido aberta realizando o monitoramento de usuários do sistema que precisaram dos serviços de saúde, como gestantes que não podiam deixar de fazer o pré-natal, além de hipertensos, diabéticos, atualização da caderneta vacinal e o atendimento em "bloco de horas", ou seja, o usuário que tem sua consulta ou procedimento agendado é atendido com hora marcada.

Da Redação