Cidadeverde.com

Fuga na Penitenciária Vereda Grande é abortada nesta segunda-feira

A Secretaria da Justiça informou na tarde desta segunda-feira (31) que uma tentativa de fuga foi abortada na Penitenciara Gonçalo de Castro Lima, a Vereda Grande, em Floriano, a 245 quilômetros de Teresina. De acordo com o gerente Delfran Rodrigues, um túnel estava sendo cavado na cela 16 do pavilhão C.

“Todos os dias evitamos fugas. Graças às informações repassadas pelos agentes e policiais militares que atuam conosco, temos conseguido evitar maiores problemas”, comentou o diretor de Inteligência e Proteção Externa (DIPE), tenente coronel Luís Antônio Pitombeira.
 
Ainda segundo o diretor da DIPE, o monitoramento nas unidades penitenciárias piauienses é feito todos os dias. Ele destacou a cooperação entre os agentes de justiça e de segurança com a Sejus no combate transtornos no sistema prisional.

“Essa ação demonstra que quando se mantém uma comunicação eficaz e se tem o apoio de todos aqueles que são comprometidos com a segurança, conseguimos evitar problemas piores. Estão todos de parabéns por mais essa ação eficaz”, diz Pitombeira.

Outra fuga

Mais cedo, a Secretaria de Justiça já havia confirmado uma tentativa de fuga frustrada na Penitenciária Irmão Guido, em Teresina, no domingo (30). Na oportunidade, três presos aproveitaram o momento de um culto que estava sendo realizado para escapar. Eles cavaram um buraco, quebraram cadeados de uma cela isolada, obtiveram acesso ao pátio e depois escalaram o muro com uma corda de lençóis.

Os presos foram identificados como: John Eduardo de Sousa Alves (sentenciado por formação de quadrilha e porte ilegal de armas), Heloilson Oliveira Dias, (sentenciado por porte ilegal de armas e roubo qualificado) e Antônio Fredison Pereira Passos (preso provisório). Nenhum deles foi recapturado até o momento.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com