Cidadeverde.com

300 detentos da penitenciária de Floriano fazem testes rápidos de Saúde

Cerca de 300 pessoas privadas de liberdade da Penitenciária Vereda Grande, em Floriano, devem ser beneficiadas com o programa de testes rápidos de saúde que vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Justiça nas unidades penais do Estado.

Os resultados dos testes de HIV, sífilis e hepatite C saem imediatamente, o que, segundo a coordenadora de Saúde Prisional da Secretaria de Justiça, Agatha Knitter, garante eficiência no tratamento, nos casos necessários.

"Os testes farão parte da rotina da penitenciária e cada interno que chegar à unidade será beneficiado. Já treinamos a equipe de saúde para atuar em Floriano e nossa meta é contemplar todo o sistema penitenciário do Estado", pontua Agatha.

O secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, destaca que o acesso à saúde é um direito das pessoas privadas de liberdade e que a ação garante eficácia no processo de humanização e ressocialização no sistema penitenciário.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com