Cidadeverde.com

Detento morre após passa mal duas vezes na penitenciária de Floriano

O detento Edson de Amadeu Silva, morreu após passar mal duas vezes na penitenciária Vereda Grande em Floriano, município a 244 km de Teresina. De acordo com Delfran de Sousa Rodrigues, diretor da penitenciária, há cerca de duas semanas o detento vinha sendo acompanhado por conta de um quadro depressivo.

"A família dele já havia relatado esse quadro e ele estava se agravando, não estava falando coisa com coisa e parece que foi porque a mulher o abandonou. Ontem a tarde levamos ele para o hospital e após duas horas ele foi liberado, porém quando retornou ao presídio ele passou mal de novo e quando chegou no hospital já estava morto", explicou o diretor.

Segundo Kleiton Holanda, diretor do Sinpoljuspi, esta é a terceira morte por problemas de saúde no sistema prisional do Piauí. "Quando não é assassinato é doença. Desse jeito não dá", desabafou o sindicalista.

 preso que morreu neste domingo (07) ainda cumpriria mais dois anos de pena. O corpo de Edson foi trazido para o Instituto Médico Legal de Teresina onde passa por procedimentos que irão detectar a causa da morte.

A direção do presídio suspeita que o detento tenha sofrido um infarto a caminho do hospital e nega qualquer tipo de negligência. "Acompanhamos o caso dele de perto e prestamos toda a assitência no caso dele. Suspeitamos que ele tenha sofrido um infarto", pontuou.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com