Cidadeverde.com

Rede municipal de educação inicia semestre letivo com aumento de alunos matriculados

A educação municipal vem desenvolvendo um trabalho que está sendo reconhecido e um dos resultados que apontam isso é o aumento do número de alunos nas escolas da rede, que indica 7 269 matrículas, até o momento. Esse dado do Censo Escolar, realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FUNDEB), é responsável pelo direcionamento de recursos financeiros que é destinado a educação de Floriano. Ou seja, quanto maior o número de alunos matriculados na rede municipal de ensino, mais recursos são encaminhados para desenvolver a administração da educação.

O ano de 2017 está sendo gerido com recursos que foram enviados com base na quantidade de matrículas realizadas durante o ano de 2016, um número de 7 040 alunos que gera mensalmente a receita de R$ 1 779 mi reais. Com o acréscimo de mais de 220 alunos regularmente matriculados, o Censo Escolar de 2017, que vai direcionar os recursos que serão recebidos durante o ano de 2018, aponta desde já um aumento significativo nas verbas para a educação do munícipio.

De acordo com o secretário de Educação Joab Curvina o trabalho de captação de alunos é indispensável para desenvolver ainda mais a educação, mas além disso aponta medidas como a recuperação de escolas, valorização do profissional e serviços de transporte e merenda de qualidade como essenciais para dar notoriedade à rede de ensino de Floriano. “Com esse trabalho estamos conseguindo aumentar a receita mensal, mas precisamos aumentar ainda mais, porque os recursos que recebemos não são o suficiente para arcar com todas as despesas da educação do município”, explicou o secretário.

O secretário ainda pontuou as dificuldades e pendências que encontrou no início da gestão. “Corremos contra o tempo e sem muitos recursos financeiros, mas conseguimos avançar e o número de matrículas é um reflexo do trabalho executado. Esse é um governo que veio para fazer o bem para o povo de Floriano”, finalizou o secretário de Educação Joab Curvina.

Fonte: Ascom