Cidadeverde.com

Parceria entre a educação do município e a agricultura familiar movimenta o comércio e produção local

Na manhã dessa terça-feira (01), a equipe da Secretaria de Educação e agricultores familiares das zonas urbana e rural de Floriano, se reuniram no auditório da 10º Gerência Regional de Educação. O encontro foi para discutir a distribuição de hortifrutigranjeiros e outros itens produzidos pela agricultura familiar para as escolas da rede municipal de ensino a partir da terceira semana de agosto. 

A parceria entre a Semed e os pequenos produtores iniciou no final do primeiro semestre deste ano. Com uma licitação de chamada pública para o setor de agricultura familiar os produtores apresentaram suas documentações e propostas e, a partir disso, se propuseram a fazer a entrega de seus produtos para as escolas municipais. Durante a reunião a equipe da Semed analisou a condição de cada agricultor e acertou o que cada um irá fornecer.

A nutricionista da Secretaria de Educação, Luciana Machado, pontuou o diferencial que essa parceria com os pequenos produtores traz para o município e para a economia local. “Essa é uma melhoria na qualidade da alimentação oferecida nas escolas e, por meio disso, estamos fomentando a pequena agricultura e o comércio”, disse a nutricionista. 

Os produtores irão fornecer, semanalmente, frutas, hortaliças, verduras, além de pães e bolos caseiros. A distribuição para as escolas da zona urbana será feita pelos próprios produtores. Para as escolas da zona rural os produtos serão entregues na sede da Semed e esta fará a distribuição.

A agricultora Luzia Pitombeira, que trabalha com a produção de pães caseiros, doce de leite, cocada, entre outros produtos, expressou sua alegria em poder contribuir com a alimentação escolar e em ver sua produção crescer. “Eu e minha equipe somos gratos pelo reconhecimento do dia-a-dia, com essa parceria iremos fornecer, por semana, 400 kg de pão caseiro; é muito bom ver nosso produto chegar na mesa do florianense”, frisou a produtora familiar.

Fonte: Ascom