Cidadeverde.com

Temporal causa alagamento e deixa carros submersos em Floriano

  • 0d275542-2728-4281-bc80-5cb65564b3f2.jpg Repórter Amarelinho
  • 51582014-765b-41bf-9fe1-8846ef251e73.jpg Repórter Amarelinho
  • bd984adc-224a-4129-b21f-da889d2d7dc2.jpg Repórter Amarelinho
  • 28789ec7-be7d-4e5c-b549-8cf0fb70400c.jpg Repórter Amarelinho
  • 9388d653-3224-470e-92bd-08f66aa259b8.jpg Repórter Amarelinho
  • 6977efdf-4618-4cd0-9168-095f27d0962f.jpg Repórter Amarelinho
  • 55bcffc3-8634-4702-b4ff-9be4dff8ad8a.jpg Repórter Amarelinho
  • 22886260_1736279456382336_8664523762164441842_n.jpg Repórter Amarelinho

Ampliada às 12h40

O prefeito Joel Rodrigues disse que a cidade de Floriano está em estado de alerta devido o temporal que durou cerca de 8 horas. Segundo o gestor, a tempestade invadiu residências, lojas, o Hospital Regional Tibério Nunes e algumas escolas tiveram que suspender as aulas. A chuva também destruiu algumas casas. 

"Tivemos alguns 'riachos' localizados. Me reuni com o secretariado, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil. Estamos em estado de alerta, fazendo o acompanhamento já que a previsão é de chuva nos próximos dias também. A chuva começou ontem à noite e parou hoje pela manhã. As equipes estão fazendo algumas intervenções para desobstrução de alguns pontos e equipes de Assistência Social dando apoio as famílias", disse Joel Rodrigues ao Cidadeverde.com.

O prefeito também conversou por telefone com a Rádio Cidade Verde. Ouça:

 

Matéria original postada às 9h20

O B-R-O BRÓ (período que compreende os meses de setembro a dezembro) tem castigado os piauienses com temperaturas habituais de 39° C. Mas, na noite desta segunda-feira (31), a população da cidade de Floriano, a 244 km de Teresina, foi surpreendida com um temporal. A chuva já demora algumas horas e tem deixado ruas alagadas e carros encobertos pela água. Com o temporal, o prefeito Joel Rodrigues se reúne com secretários  para discutir estratégias que possam amenizar os efeitos da chuva.

Devido as altas temperaturas do B-R-O BRÓ, o temporal causa estranheza para os piauienses. Contudo, a meteorologista da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí, Sônia Feitosa, explica que fenômeno é normal e representa o início das primeiras precipitações. A previsão para a Capital é de chuva nesta terça (31) e quarta-feira (01).

"As primeiras chuvas começam no fim de outubro e início de novembro por conta da  zona de convergência de umidade. Geralmente, elas são fortes e causam alagamento devido a intensidade, pois não dá tempo para a água escoar. Também são comuns trovoadas", explica Sônia Feitosa. 

A metereologista diz ainda que a zona de convergência de umidade deve durar até o dia 02 de novembro. A chuva teve início pela região Sul do Estado e deve se espalhar pelo resto do Piauí. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com