Cidadeverde.com

Novo suspeito de espancar e jogar rapaz em rio é preso no Maranhão

  • dragavale.jpg Arquivo Polícia Civil
  • ade050ee-ce0a-4df8-826d-0e08d97dceca.jpg Arquivo Polícia Civil
  • draga5.jpg Arquivo Polícia Civil
  • draga3.jpg Arquivo Polícia Civil
  • draga2.jpg Arquivo Polícia Civil
  • draga.jpg Arquivo Polícia Civil

A Polícia Civil de Barão do Grajaú, no Maranhão, prendeu o segundo suspeito envolvido na agressão contra o comerciário Bruno Amorim, espancado e jogado no rio Parnaíba. Ele ficou por 9 horas desacordado. A vítima conseguiu sobreviver porque no movimento das águas foi puxado por uma draga e permaneceu em posição onde era capaz de respirar.

O novo suspeito preso foi identificado como Diogo Wellington Reis Silva de Sousa, que mora em Floriano-PI e será indiciado por tentativa de latrocínio. Diogo foi identificado após o depoimento de Michel Soares, que confirmou ter marcado um encontro com a vítima pelas redes sociais para realizar o assalto.

Segundo relato colhido em depoimento Michel dizia para o colega: "não é pra bater, não é preciso bater nele".

Diogo passou a agredir brutalmente a vítima e ainda segundo Michel no momento das agressões ele teria dito que iria mata-lo por ser homossexual. 

Na delegacia, a vítima reconheceu o criminoso como o autor da agressão e ambos  estão a disposição da Justiça. O delegado acrescenta que esta não era a primeira vez que Michel se encontrava com a vítima.

"Eles se conheciam e é a segunda vez que eles se encontravam. Michel é suspeito porque apreendemos o celular da vítima que confirma o encontro e ele ainda não procurou a polícia, não prestou socorro", concluiu.

 

Matérias relacionadas

Rapaz espancado e jogado em rio foi atraído pela rede social, revela delegado

Comerciário é espancado e jogado em rio; vítima sobrevive após segurar em draga

 

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com