Cidadeverde.com

Entidades e Ministério Público discutem atendimento bancário em Floriano

Na manhã desta terça-feira (13) o secretário de Governo James Rodrigues participou de uma reunião promovida pelo Ministério Público, em sua sede, para discutir o atendimento bancário ofertado em Floriano. Durante a ocasião estiveram presentes o promotor de Justiça Arimatéa Dourado, vereadores municipais, representantes da Associação Comercial e dos Lojistas de Floriano, do Procon Municipal, assim como das agências bancárias que ofertam serviços na cidade.

A lei municipal n°. 272/2001 obriga as agências bancárias a colocar à disposição dos usuários funcionários suficiente nos setores onde haja formação de filas, garantindo que o atendimento seja efetivado em tempo razoável. De acordo com essa lei, entende-se como tempo razoável para que o atendimento seja efetivado, o seguinte: até 30 minutos em dias normais, ou em dias de pagamento de funcionários públicos ou de recebimentos de tributos municipais; até 45 minutos em vésperas ou após feriados prolongados.

Durante a audiência os presentes puderam fazer uma avaliação dos serviços ofertados pelos bancos em Floriano, acentuando o que deve passar por melhorias. Além disso, ficou estabelecido, para a primeira quinzena de 2019, um evento, a nível municipal, que terá o propósito de impulsionar as vantagens da tecnologia afim de melhorar o atendimento bancário.

O secretário de Governo, James Rodrigues, pontuou que a Prefeitura de Floriano, através do Procon Municipal, irá acompanhar a evolução dos dados relativos ao atendimento da clientela. “Além dessa análise do atendimento, seja no caixa ou no atendimento negocial, iremos buscar todas as medidas que a legislação assegura ao consumidor”, explicou o secretário de Governo.

Fonte: Ascom