Cidadeverde.com

Empresa não encontra gás e anuncia encerramento das atividades em Floriano

A empresa Ouro Preto Óleo e Gás encerrou suas atividades em Floriano. Nas escavações, a mineradora não encontrou gás natural e petróleo no município. O oficio foi encaminhado à prefeitura de Floriano na última segunda-feira (26). "Eles nos mandaram um ofício comunicando o encerramento das atividades e que não foi encontrado gás e nem petróleo, mas que coletaram materiais da escavação", informou o secretário de governo de Floriano, James Rodrigues.

De acordo com o secretário, a perfuração chegou a mais de 2 mil metros e que o material coletado será apresentado em audiência pública. "Esse material seria apresentado posteriormente em uma audiencia pública prevista para fevereiro", disse o secretário.

Ainda de acordo com o gestor, a empresa garantiu que vai reparar os danos causados pela perfuração. "Eles disseram que vão fazer a recomposição ambiental da área. Basicamente foi isso", declarou.

A Prefeitura de Floriano divulgou em seu site a saída da empresa e confirmou a desmontagem da sonda utilizada na busca por petróleo e gás natural.

O Cidadeverde.com tentou contato com a empresa através dos telefones disponíveis em seu site, mas não obteve retorno. A Ouro Preto ganhou a licitação para explorar petróleo e gás natural na Bacia do Rio Parnaíba.

A Companhia possui os direitos de exploração de 15 blocos e 4 campos. Os blocos, que compreendem uma área total de 19.475,3Km2, estão localizados nas Bacias do Parnaíba, Barreirinhas e Recôncavo. Os campos estão situados nas Bacias Potiguar, de Camamu e do Espírito Santo, sendo que dois deles estão em produção (Pescada/Arabaiana - Rio Grande do Norte - e Camarupim - Espírito Santo) e os outros dois estão em desenvolvimento da produção (Camarão e Pinaúna - Bahia).

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com