Cidadeverde.com
Geral

Acusado usava microcâmeras e sistema wi-fi para clonar cartões

Imprimir
Um homem identificado como Luís Mesquita de Sousa foi preso por volta da 0h desta quinta-feira (27), acusado de furto qualificado, quando chegava em Teresina após fugir do Pará, onde a quadrilha da qual ele fazia parte começou a ser desbaratada. Entre os equipamentos utilizados encontrados com o suspeito, estava um aparelho chupa-cabra utilizado para clonar cartões com câmeras minúsculas e sistema wi-fi.


Segundo o delegado Mateus Zanatta, Luís Mesquita estava com aproximadamente R$ 83 mil e 265 cartões de créditos. A prisão foi realizada após o contato da Polícia Civil do Pará. “Quando a quadrilha fez vários saques, o BanPará conseguiu capturar dois integrantes e descobriu que Luís estava vindo para Teresina. Ele foi preso e levado para a Central de Flagrantes onde será indiciado por furto qualificado”, pontuou.



Luis trouxe na mala uma espécie de “tampa” de um terminal de autoatendimento bancário no qual havia um dispositivo composto por várias baterias de celular e relógio, além de micro-câmeras, cartões de memória e até mesmo um sistema de wi-fi, que facilitava a captura dos dados dos cartões das vítimas e gravava as senhas em vídeo.



Carlos Lustosa Filho
Imprimir