Cidadeverde.com
Viver Bem

Pernas lisinhas: como diminuir a aparência de celulite e estrias

Imprimir

Celulite

Causas

Os furinhos nas coxas e nas nádegas, que lembram a casca de uma laranja, podem surgir por vários motivos: má circulação sanguínea e linfática, sedentarismo, tabagismo, obesidade, disfunção hormonal e alimentação exagerada em gorduras e carboidratos. Existem quatro estágios:

Primeiro grau: os furinhos só aparecem quando a região é apertada.

Segundo grau: as irregularidades na pele são visíveis mesmo quando não há pressão sobre a pele.

Terceiro grau: além dos furinhos, aparecem depressões na pele.

Quarto grau: parecido com o grau 3, com furos e depressões, esta fase também apresenta endurecimento das áreas afetadas e até alguma dor.

Dá para evitar?

Sim, tomando cuidado com a alimentação, comendo produtos saudáveis e fazendo exercícios.

Tratamentos

Cremes: melhoram o ressecamento da pele, deixando-a mais bonita e uniforme. Com a massagem que você mesma faz em casa, o produto vai também estimular a circulação no local. Procure produtos que contenham ácido retinoico e glicólico, e vitaminas C e E em sua fórmula.

Intradermoterapia: é uma aplicação de enzimas feita por médicos. O medicamento age nos nódulos e pode melhorar o aspecto do local. Mas o procedimento é caro e são necessárias, no mínimo, dez sessões.

Drenagem linfática: essa massagem drena as toxinas do corpo e elimina o excesso de líquido do organismo, reduzindo o inchaço. É boa para os primeiros estágios da celulite e uma das opções mais baratas de tratamento.

Estrias

Causas

Estrias são pequenas manchas claras ou vermelhas em formato alongado que surgem nos quadris, barriga, nádegas e coxas, entre outras partes do corpo. Se você tem essas marcas, que lembram cicatrizes, provavelmente engordou ou emagreceu demais e muito rapidamente, engravidou, fez alguma cirurgia plástica ou tem predisposição genética.

Dá para evitar?

A dica principal é: se está fazendo regime ou está grávida, capriche na hidratação da pele - os cremes específicos para o problema e os óleos de amêndoas quebram um galho enorme para evitar que as linhas comecem a aparecer nas regiões mais críticas, como nádegas e abdômen.

Tratamentos

Cremes: produtos à base de ácidos são ótimos para renovar as células e melhorar a textura e elasticidade da pele.

Dermoabrasão: é feita uma espécie de raspagem nas estrias brancas ou vermelhas, acelerando o processo de renovação celular do local. O tratamento tem mais efeito nas estrias vermelhas, que são mais recentes, mas também funciona com as brancas.

Laser e luz intensa pulsada: o laser provoca uma reação inflamatória no local e regenera toda a região afetada pelas marquinhas. Melhora quase totalmente as estrias vermelhas e acaba com metade das brancas.

 

Fonte: M de Mulher

Imprimir