Cidadeverde.com
Geral

Homem morre após sofrer grave ataque de cães na Usina Santana

Imprimir

O cuidador de animais Antônio Francisco de Sousa, 56 anos, morreu na manhã de ontem (14) em consequência de um ataque de cães na Usina Santana, zona rural sudeste de Teresina. De acordo com a filha do homem, a empregada doméstica Luciana de Sousa, ele foi atacado ao voltar para casa na madrugada de ontem. Ela conta que o pai era alcoólatra e foi encontrado na esquina da Rua dos Varões. O laudo do IML constatou que o homem foi atacado por cães de grande porte e a família vai denunciar o caso à polícia. 

"Muitas pessoas disseram que ele estava invadindo uma chácara para roubar, mas estão apenas sujando o nome do meu pai. Ele era um cidadão, não era bandido. O defeito dele era beber, mas ele não fazia mal a ninguém. Tanto que o corpo dele foi encontrado na rua, em uma esquina, ele não estava dentro da casa de ninguém", afirmou a filha. 

Ela relatou que o laudo do IML entregue à família constatou que o homem foi atacado por cães de grande porte e possivelmente treinados, porque atacaram o homem no rosto e no pescoço, causando graves lesões. 

"Eles fizeram um estrago nele, no rosto dele, foi muito grave. O médico que atendeu disse que as lesões eram típicas de ataques de cães treinados, pelo local e pela forma como ele foi atacado", explicou a filha. 

Luciana disse ainda que a família vai buscar a polícia para descobrir quem são os proprietários dos animais. "Queremos justiça, queremos saber quem eram os donos desses animais que fizeram isso. Foi muito cruel", declarou. 

Antônio Francisco alimentava gado bovino em uma fazenda na zona rural de Teresina. Ele tinha quatro filhos e era casado. 

 

Maria Romero
[email protected]

Imprimir