Cidadeverde.com
Política

Líder do PT na Alepi diz que nenhum partido faz coligação “na marra”

Imprimir


Nenhum partido é obrigado a fazer coligação “na marra”. Esse é o posicionamento do deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa do Piauí, João de Deus (PT) sobre a formação de chapinhas para as eleições proporcionais deste ano. 

O parlamentar é terminantemente contra as coligações proporcionais na base governista. Ele defende a formação de um bloco único e diz que também é o entendimento do partido. De acordo com o deputado, o PT fez um manifesto reafirmando que o partido não defende que sejam formadas duas chapas.

“Não é uma definição fechada, lógico, mas está expresso na nossa resolução. Nenhum partido pode ser obrigado a montar suas estratégias para atender a determinados interesses de alguns partidos. Não posso aceitar que se façam coligações na marra. É preciso respeitar as estratégias de cada um”, defendeu. 

Nesta terça-feira (23), João de Deus declarou acreditar que, além disso, a formação de uma chapa pura consequentemente se traduz em um maior contingente de candidaturas e que isso fortalece a candidatura majoritária. 

“O PT fez essa avaliação, não estamos excluindo o diálogo com outras forças políticas, mas esse é o entendimento do PT, para que sejam respeitadas as lógicas das suas estratégias partidárias”, reforçou o líder.

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir