Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo goleia Madureira na estreia na Taça Rio

Imprimir
  • fla_madureira-5.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • fla_madureira-1.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • fla_madureira-2.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • fla_madureira-3.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • fla_madureira-4.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo

Campeão do primeiro turno, o Flamengo mostrou que está disposto a lutar também pelo título do segundo turno. Na estréia da segunda fase do Campeonato Carioca, o rubro-negro da Gávea goleou o Madureira por 4 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no estádio Nilton Santos. O resultado fez a equipe dirigida por Paulo César Carpegiani chegar aos três pontos ganhos e assumir a liderança do Grupo B. O Madureira ocupa a última colocação do Grupo C com zero pontos.

O resultado fez justiça ao Flamengo, que não encontrou a menor dificuldade para se impor diante de um Madureira que voltou a repetir os erros cometidos na primeira fase da competição estadual. Os gols da equipe rubro-negra foram marcados por Diego, Lucas Paquetá, Henrique Dourado e Vinicius Júnior.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Fluminense, neste sábado, no Maracanã. O Madureira vai receber o Volta Redonda, segunda-feira, em Conselheiro Galvão.

O jogo – Como era de esperar, o Flamengo começou no ataque, enquanto o Madureira, mais retraído, apenas tentava bloquear os avanços do adversário. Só aos seis minutos é que a torcida vibrou pela primeira vez. Everton Ribeiro lançou Rodinei que cruzou, a zaga rebateu errado e Diego emendou, de primeira, mas o goleiro Jonathan fez grande defesa. O Madureira respondeu aos dez minutos em conclusão de Luciano que Diego Alves defendeu sem dificuldades.

Aos 17 minutos, o Flamengo marcou o primeiro gol. Diego foi derrubado na entrada da área. O próprio Diego bateu a falta com muita categoria, sem dar chances de defesa ao goleiro Jonathan.

O Madureira tentou adiantar suas linhas, mas o time dirigido por Paulo César Carpegiani dominava todas as ações e não dava chances ao adversário. Aos 25 minutos, Diego tabelou com Rodinei e caiu na área pedindo a marcação de pênalti. O meia rubro-negro foi advertido, por reclamação, com o cartão amarelo.

Depois da parada técnica, o Flamengo manteve a pressão diante de um desorganizado Madureira que fazia muitas faltas para segurar o ataque rubro-negro. O time rubro-negro seguiu pressionando em busca do segundo gol e Henrique Dourado teve duas oportunidades, mas a zaga suburbana impediu a conclusão. Aos 35 minutos, o Flamengo ampliou. Lucas Paquetá foi lançado na corrida e tocou na saída de Jonathan para colocar a bola nas redes.

Como o adversário não dava sinais de que poderia reagir, o Flamengo então passou a administrar o resultado até o encerramento do primeiro tempo. A segunda etapa começou com o Madureira tentando incomodar a defesa rubro-negra, mas o time de Conselheiro Galvão encontrava muita dificuldade para chegar no gol defendido de Diego Alves que voltou a jogar, após longa inatividade causada por lesão.

Aos nove minutos, o Flamengo marcou o terceiro gol. Após cruzamento na área, a bola tocou na mão de Resende, dentro da área, e o árbitro marcou pênalti que Henrique Dourado cobrou com a categoria habitual para marcar o terceiro gol da equipe da Gávea.

Só aos 13 minutos é que o Madureira incomodou com forte chute de Luciano que Diego Alves defendeu com segurança. Depois de um período sem emoções, o Flamengo voltou a se agitar com a entrada de Vinicius Júnior no lugar de Everton Ribeiro. Na sua primeira jogada individual, aos 26 minutos, Vinicius penetrou pela esquerda e cruzou. Diego completou, Jonathan defendeu parcialmente e a bola se chocou com a trave. Logo depois, Everton investiu e cruzou para Diego que completou, mas Jonathan voltou a defender.

Sem forças para tentar qualquer reação, o Madureira desistiu de lutar, o que o jogo se tornar muito lento, uma vez que o Flamengo apenas administrava a boa vantagem. Aos 40 minutos, o Flamengo marcou o quarto gol. Henrique Dourado bateu forte, o goleiro Jonathan deu rebote, Diego chutou, a bola bateu na zaga e sobrou livre para Vinicius Júnior que não teve trabalho de empurrar para as redes. Depois do quarto gol, o Flamengo apenas tocou a bola até o final.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 4 X 0 MADUREIRA

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de fevereiro de 2018, quarta-feira
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Público: 3465 pagantes
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Rachel de Matos Bento (RJ)

Cartão Amarelo: Diego (Fla); Resende (Mad)
Gols:
FLAMENGO: Diego, aos 17 minutos e Lucas Paquetá aos 35 minutos do primeiro tempo; Henrique Dourado, aos nove e Vinicius Júnior aos 40 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Réver, Rhodolfo e Renê(Trauco); Jonas(Romulo), Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro(Vinicius Junior) e Everton; Henrique Dourado
Técnico: Paulo César Carpegiani

MADUREIRA: Jonathan, Filippe Formiga, João Carlos, Edmário e Renan; Rezende, Thiago Medeiros, Luciano(Julio César) e Téssio(Douglas Lima); Igor Catatau e Souza
Técnico: Djair

Fonte: Gazeta Esportiva

Imprimir