Cidadeverde.com
Últimas

Mototaxistas ameaçam manifestação contra multa cobrada pelo colete sujo

Imprimir

O sindicato dos mototaxistas de Teresina denuncia que a categoria vem sendo multada de forma abusiva pela Superintendência de Transporte e Trânsito (STRANS). Segundo o presidente, Ricardo Costa, alguns profissionais já foram multados por estarem com o coleto de identificação sujo.

 Ele afirma que a multa é abusiva e pode chegar a R$ 190,80. Ricardo explica que se o mototaxista possuir multas, não pode renovar a permissão de trabalho. “Até quando os coletes estão sujos, a STRANS cobra uma multa e temos que retirar do nosso bolso R$ 190,80. Isso é um absurdo. Trabalhamos é para sustentar as nossas famílias. Esta multa não tem amparo legal. Quem não consegue pagar a multa não pode renovar as permissões”, afirmou.

A categoria esteve na Câmara de Vereadores e foi recebida pela vereadora Cida Santiago (PHS). Eles ameaçam fazer uma manifestação em Teresina. Os mototaxistas também devem recorrer ao Ministério Público contra as multas que consideram abusivas. 

“Sustemos nossas famílias com muitas dificuldades. Não temos como ficar pagando multa ilegal. Se essa situação não mudar vamos parar Teresina. A categoria irá fazer uma grande manifestação. Vamos colocar nas ruas os 2.300 mototaxistas. Não aceitamos multa ilegal”, disse. 

Ricardo Costa alega que os mototaxistas andam na periferia, em ruas sem calçamento, esburacadas e por isso os coletes ficariam sujos. “Muitas vezes fazemos corridas na periferia e como muitas das comunidades não têm calçamento, acabamos nos sujando ao passar por poças de lama causadas pelos buracos nas vias”, destacou. 

A vereadora Cida Santiago (PHS) afirma que já foi encaminhado a STRANS requerimento solicitando explicação sobre a multa, mas nunca recebeu resposta.  “Em outubro de 2017 enviamos para a STRANS o primeiro requerimento referente aos pedidos da categoria que são duas reivindicações, uma correlacionada às multas e a outra sobre os coletes. Até o presente momento não foi dado nenhuma resposta, sendo assim já foi feita a segunda solicitação. Vamos a partir de agora solicitar uma parceria, com a categoria que em Teresina conta com 2.300 permissionários, e o Ministério Público Estadual (MPE) para resolver essas situações pontuais”, afirmou. 

Strans esclarece

A assessoria da Strans informa que a multa é aplicada não pelo colete sujo, mas pelo não uso do assessório que é obrigatório. O colete é usado para identificar os mototaxistas que são registrados. O assessorio é de uso obrigatório e a multa está prevista no Código  de Disciplina. Trata se de uma multa administrativa. 

Lídia Brito
redaçã[email protected]

Imprimir