Cidadeverde.com
Geral

Escola é arrombada duas vezes e assaltantes levam merenda

Imprimir

A Unidade Escola Prof. Milton Aguiar foi alvo de arrombadores pela segunda vez em apenas dois dias na zona Sudeste. Os criminosos retornaram ao local um dia após roubarem botijões de gás, 90 kg de carne, lixeiras, panelas e até facas da cozinha da escola.

Onde almoçam 350 pessoas hoje havia comida para apenas 65.  Os 285 estudantes de tempo integral que estudam no local precisaram voltar pra casa. Após a queda das paredes do refeitório da escola em janeiro, uma reforma foi realizada mas as condições de insegurança continuam graves, como mostram as imagens de buracos nas paredes registradas pela equipe da TV Cidade Verde.

O roubo dos alimentos e invasão dos vândalos comprometem a qualidade de ensino e assustam estudantes e professores na escola que teve o melhor índice de educação básica da cidade. Além de fazer a administração gastar mais dinheiro comprando tudo de novo, além da violência, os alunos perdem em carga horaria já que não tem refeições e as aulas a tarde são suspensas. 

"Nós já estamos a mercê deles porquê eles podem entrar a qualquer momento na escola", desabafa a professora Enildes Silva.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que foram tomadas as providências cabíveis quanto ao caso do arrombamento ao Ceti Prof. Milton Aguiar, localizado no bairro Dirceu Arcoverde e jurisdicionado à 21ª Gerência Regional de Educação (GRE). Para oferecer maior tranquilidade à comunidade escolar, a Seduc solicitou à Companhia Independente de Policiamento Escolar (CIPE) rondas frequentes ao Ceti. A Seduc informa, ainda, que os itens que foram furtados, alguns perecíveis da merenda escolar que estavam armazenados em um freezer e um botijão de gás, serão repostos por esta secretaria a fim de que não haja prejuízo aos alunos.

Indira Gomes (TV Cidade Verde)
Rayldo Pereira (Da Redação)
rayldopereira@cidadeverde.com

Imprimir