Cidadeverde.com
Geral

Sílvio Mendes confirma 17 suspeitas de H1N1 e pede tranquilidade

Imprimir

O secretário  Municipal de Saúde Sílvio Mendes confirmou que há 17 casos suspeitos para H1N1 em investigação em Teresina. Em entrevista ao Jornal do Piauí, ele tranquilizou a população acerca da procura das pessoas pela vacina para o vírus. Para ele, não há motivos para corrida aos postos, já que os casos confirmados já foram todos tratados pela Fundação Municipal de Saúde.

"Não temos nenhum caso grave. Essa criança de 13 anos internada aqui no HUT, na verdade teve uma complicação. Os outros seis casos já estão em cada e não precisa ninguém ficar preocupado porque não há necessidade de urgência", esclarece.

Na próxima segunda-feira, véspera do feriado pelo dia do trabalhador não haverá vacinação contra H1N1 na capital. Sílvio Mendes acrescenta que há 45 mil vacinas em estoque e ninguém precisa ficar preocupado.  Toda a rede básica de Saúde dispõe da vacina.

"Percebemos com essa divulgação desses casos um aumento do fluxo de pacientes do interior. Agora vão muito mais por que não é razoável", completa o secretário.

Aumento na procura

Segundo o secretário houve um aumento considerável   Reunidos com o coordenadores das Upas, o gestor informou que atualmente há uma carga excessiva de pacientes se dirigindo às Upas e hospitais municipais. "Há um aumento do fluxo de pacientes do interior que estão deixando de vir de ambulância e hoje  vem de ônibus e procuram logo o hospital do município", completa.

A Fundação está tentando equacionar e resolver o problema na área de trauma, específico. "Temos uma sobrecarga no setor de traumas - nós temos equipamentos, temos insumos para realizar a cirurgia mas não temos médicos suficientes para fazer o atendimento que é necessário. No HGV iremos empossar novos cirurgiões, mas o HU por exemplo fechou leitos e qual a justificativa que tem para um hospital público e federal deixar leitos de UTI - precisamos resolver o problema", completa.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Imprimir