Cidadeverde.com
Geral

Pai do bebê salvo pela avó conta que assaltante ameaçou atirar em criança ao roubar carro em Goiás

Imprimir


Mulher conseguiu resgatar o neto antes do carro ser levado por ladrão (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O pai do bebê de 1 ano retirado do carro pela avó - sua sogra - segundos antes de um ladrão roubar o veículo contou os momentos de pavor que a família viveu durante o crime, cometido na porta de uma farmácia, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. O assalto foi registrado por câmeras de segurança (assista acima). O comerciante, que prefere não se identificar, disse que o criminoso ameaçou atirar na criança antes de fugir.

"Minha sogra disse que ele entrou e estava com algo na cintura, mas não soube dizer se era uma arma. Ele começou a xingar e pediu que ela ficasse em silêncio, pois se gritasse ia dar um tiro na cabeça do neném", disse o homem ao G1.

O crime ocorreu na tarde de sábado (16), no Jardim Cristalino. Segundo o comerciante, a mulher dele e o filho do casal estavam levando a mãe dela de volta para casa após uma visita. No caminho, eles pararam na farmácia para comprar fraldas e uma escova de dentes para o outro filho, de 2 anos, que ficou em casa com o pai.

O homem diz que a ação foi muito rápida, não durando mais do que dois minutos. Ele elogiou a postura da sogra, que conseguiu retirar o neto em uma situação tão complicada.

"Foi uma atitude muito bacana dela. O que ela conseguiu fazer, muitos se apavoram na hora, não tem reação. Minha sogra foi rápida. A forma que ela se preocupou em tirar meu filho, foi uma bela atitude", conta.

A mulher, a sogra e o bebê não tiveram nenhum ferimento. Apesar do susto, o comerciante se fiz aliviado porque não ocorreu o pior e tira duas lições do ocorrido.

"Primeiro, o sentimento de gratidão por Deus ter preservado a vida da minha família. Segundo, ter um pouco mais de prudência, evitar muita coisa, como deixar a chave na ignição do carro. Não é comum minha esposa fazer isso, mas ela acabou deixando dessa vez. Mas ela não tem culpa, quando o bandido quer roubar, ele rouba", desabafa.

O homem registrou uma ocorrência no 1º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia, mas ainda não obteve qualquer informação do paradeiro do carro, que não tinha seguro. Dentro do veículo, também estavam os documentos dos dois filhos do casal e o celular da mãe das crianças, adquirido um dia antes.

O G1 tentou contato, na manhã desta terça-feira (19), com a delegada Ilda Helbingen, que registrou o caso, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

Câmeras
As câmeras mostram toda a ação. Após a mulher, que dirigia o veículo descer, a mãe dela espera no banco do passageiro e o bebê, no banco de trás, na cadeirinha.

O homem passa pelo veículo e observa o interior, dando a volta. Ele vai e volta dos dois lados e, ao passar pelo lado do motorista, entra no carro e se senta ao volante.

A mulher pega uma bolsa e sai do carro. Ele reluta até fechar a porta e, quando fecha, vai para o lado do motorista, abre a porta de trás do carro e tira o neto. As duas vítimas entram na drogaria e o ladrão sai dirigindo o carro.

 

Fonte: G1

Imprimir