Cidadeverde.com
Geral

Piauí terá quatro novos presídios e mais 700 vagas

Imprimir

O Sistema Penitenciário do Piauí terá mais quatro unidades penais a partir de 2009, revelou a secretária da Justiça, Cléia Maia, nesta sexta-feira (14). A declaração foi feita, após a secretária acompanhar os projetos para construção dos presídios, em tramitação no Ministério da Justiça, em Brasília.

Serão construídas a Casa de Detenção Provisória de Altos, com capacidade para abrigar 112 detentos, a Penitenciária Jovem-Adulto, que vai abrir 421 vagas, a Casa de Detenção Provisória de Campo Maior (140 vagas) e a Penitenciária de São Raimundo Nonato (120 vagas).
 
As novas unidades penais serão construídas com recursos do Governo Federal, através do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão do Ministério da Justiça e verbas de contrapartida do Governo do Estado. A Casa de Detenção de Altos e a penitenciária Jovem-Adulto serão construídas ao lado da Colônia Agrícola Major César Oliveira, onde ficam os detentos que cumprem pena em regime semi-aberto.

Além dos novos estabelecimentos penais, o Governo do Piauí liberou R$ 5,5 milhões para obras de reforma e ampliação na Casa de Custódia e Penitenciária Irmão Guido, em Teresina. Na Casa de Custódia serão construídos dois pavilhões de segurança máxima, com capacidade para abrigar 120 presos de maior potencial ofensivo. Na Penitenciária Irmão Guido, será construído um pavilhão com capacidade para abrigar 140 presos.

Nesta sexta-feira, a secretária Cléia Maia reuniu-se com a equipe técnica do Sistema Penitenciário para acompanhar a tramitação dos projetos no Depen. Ela pediu agilidade da equipe para viabilizar a abertura do processo licitatório para construção na penitenciária de São Raimundo Nonato.

Atualmente, a Secretaria da Justiça, através do Setor de Licitação, está realizando processo licitatório para construção de três unidades penais, que deverão ser iniciadas em 2009. De acordo com a diretora de Humanização e Reintegração Social da Secretaria da Justiça, Noélia Amorim, as obras de construção e reforma dos presídios vão criar mais de mil vagas em regime fechado no Piauí.

 

Redação
[email protected]

Tags:
Imprimir