Cidadeverde.com
Cidades

Em audiência, população reprova mudança de jurisdição da PM no Sul do estado

Imprimir

Autoridades, prefeito, vereadores e população foram unânimes. A recente mudança feita pela Polícia Militar de transferir o comando do Batalhão de policiamento de Redenção do Gurgueia para a cidade de Curimatá, prejudicou os moradores. Revoltados e com índice de criminalidade crescente, a população reprovou a medida durante audiência pública realizada em Redenção do Gurgueia ( a 691 km de Teresina). 

Com as constantes ondas de assaltos e arrombamentos às residências, os vereadores e o prefeito de Redenção, Ângelo José Sena Sena Santos, o Dr. Macaxeira, virão em Teresina apresentar a ata da audiência e pedir uma providência urgente da Secretaria de Segurança Pública, do comandante da Polícia Militar e do governador Wellington Dias.  

Semana passada, o prefeito fez uma alerta sobre o clima de insegurança na cidade e pedindo providências do governo do estado. Na maioria das vezes, somente um policial faz o policiamento para 8 mil moradores. 

A mudança de jurisdição que saiu de Bom Jesus para o Batalhão de Curimatá, a 84 km do município, dificulta o registro de Boletim de Ocorrência e favoreceu os índices de assaltos. 

A audiência contou com a presença do capitão Gomes, que é responsável pelo Batalhão de Curimatá. Ele destacou as dificuldades que a policia encontra devido ao pequeno numero de efetivo que tem no batalhão.

O prefeito ressaltou que já foram encaminhados vários ofícios pedindo reforço de segurança e aparelhamento do Grupamento de Policiamento para combater a violência na cidade.

"Já estive, pessoalmente com o secretário de Segurança relatando a necessidade de novos policiais e agora vamos pedir novamente ao governador Wellington Dias para que adote as providências o mais urgente possível", disse o prefeito Dr. Macaxeira.

Prefeitura protocolou junto a Secretaria de Segurança e a Polícia Militar novos ofícios pedindo providências urgentes dos dois órgãos. 

 

 

Da Redação
Redacao@cidadeverde.com

Imprimir