Cidadeverde.com
Geral

Presidente do STF dá 15 dias para TJ explicar atraso no concurso dos cartórios

Imprimir

Foto: Nelson Jr./STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, encaminhou despacho pedindo explicações ao Tribunal de Justiça do Piauí sobre a judicialização do 1º concurso dos cartórios no estado.

O concurso completa cinco anos de impasse em meio a uma batalha judicial. Por três vezes ocorreu o adiamento do julgamento por pedido de vistas ou por falta de quorum na sessão.

O primeiro concurso público para Outorga de Delegação de Serviços Notariais e Registrais do Estado do Piauí foi em 2013, teve 1.756 inscritos que disputaram 292 unidades extrajudicias do tribunal.

No documento, Dias Toffoli dá 15 dias para o presidente do TJ informar sobre o andamento do concurso.

A reclamação ao STF foi da candidata Nazildes Santos Lobo. Ela solicitou que fosse anulada a prova de títulos do concurso. O pedido foi julgado improcedente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Outro candidato - Alex Pereira Bühler - denunciou ao STF a judicialização da decisão sobre a prova de títulos, fato que estaria retardando o andamento do concurso.

O relator do processo, desembargador Joaquim Santana, disse que o próximo julgamento do concurso está previsto para o dia 1º de outubro. 

Veja decisão na íntegra

A assessoria do TJ informou ao Cidadeverde.com que divulgará nota sobre o despacho do presidente Dias Toffoli. 

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com 

Imprimir