Cidadeverde.com
Esporte

Barrichello é escalado para pilotar F1 em Porto Alegre, e carro sofre pane

Imprimir

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESs) - Rubens Barrichelllo foi contratado para divertir os moradores de Porto Alegre apaixonados por automobilismo com arrancadas, cavalos de pau e zerinhos.

O carro escalado era um Williams modelo 2011, dos tempos em que os motores da categoria roncavam alto. Mas o piloto não contava com uma pane logo que deixou os boxes.

Decepção para a multidão que se espremia na lateral da pista de 600 metros montada perto da Usina do Gasômetro, na capital gaúcha. O evento, organizado pela Heineken para pegar carona no GP Brasil, teve uma etapa no Rio de Janeiro e desta vez era realizado em Porto Alegre.

Depois que o problema foi sanado, Rubinho pôde cumprir o combinado e fazer as manobras. Além dele, o escocês Jackie Stewart esteve na cidade. Considerado um dos maiores nomes da Fórmula 1, ele venceu três temporadas e também foi dono de equipe. Barrichello foi piloto dele na década de 1990.

Imprimir