Cidadeverde.com
Esporte

Com golaço de Diego Souza, São Paulo bate Cruzeiro e se garante na Libertadores

Imprimir
  • sao-paulo-cruzeiro-6.jpg Rubens Chiri / saopaulofc.net
  • sao-paulo-cruzeiro-5.jpg Rubens Chiri / saopaulofc.net
  • sao-paulo-cruzeiro-4.jpg Rubens Chiri / saopaulofc.net
  • sao-paulo-cruzeiro-3.jpg Rubens Chiri / saopaulofc.net
  • sao-paulo-cruzeiro-2.jpg Rubens Chiri / saopaulofc.net
  • sao-paulo-cruzeiro-1.jpg Rubens Chiri / saopaulofc.net

Sem chance de título e já classificado para a Libertadores do próximo ano, o São Paulo agora luta no Campeonato Brasileiro para ver em qual classificação terminará a competição e se conseguirá garantir vaga direta na fase de grupos. Neste domingo à noite, o time venceu o Cruzeiro por 1 a 0, no Morumbi, e se manteve na briga para ficar no G-4.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 62 pontos, na quinta posição, e não pode mais ser alcançado pelo sétimo colocado. Ou seja, já está na Libertadores. Também matematicamente está fora da briga pelo título, então o desafio será superar Grêmio, que também tem 62 pontos, ou Inter (65) ou Flamengo (66) para ficar entre os quatro mais bem colocados. Faltam três rodadas para terminar o Brasileirão.

Já o Cruzeiro, com lugar assegurado na Copa do Brasil por ter faturado o título da Copa do Brasil, estacionou nos 49 pontos e caiu para o nono lugar do Brasileirão. 

Após um início equilibrado, o São Paulo passou a controlar a partida, mas demorou para transformar a maior posse de bola em gol. Nenê teve uma grande chance, aos 15 minutos, quando recebeu de Diego Souza, invadiu a área e mandou no canto, mas Fábio espalmou. A resposta do Cruzeiro foi quase imediata, com Barcos, que cabeceou para fora.

Como o time mineiro bloqueava a entrada da área com quase todos seus jogadores marcando atrás da linha da bola, o São Paulo tinha dificuldade de penetrar. Até que em uma cobrança de escanteio, Arboleda tocou de cabeça para o meio e encontrou Diego Souza em boas condições. O jogador matou no peito e mandou de voleio, fazendo um lindo gol e abrindo o placar.

Na etapa final, o São Paulo conseguiu neutralizar bem as poucas investidas do Cruzeiro e manteve o domínio. Hudson, logo de cara, obrigou Fábio a espalmar, fazendo boa defesa. Shaylon também arriscou de longe, com perigo. Quem também teve uma ótima chance foi Nenê, que recebeu o cruzamento da direita, mas mandou por cima. E o jogo ficou mesmo no 1 a 0.

Na próxima rodada do Brasileirão, o São Paulo enfrenta o Vasco na quinta-feira, às 20 horas, em São Januário, no Rio, enquanto o Cruzeiro jogará na quarta, às 21h45, contra o Vitória, no Mineirão, em Belo Horizonte. 

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 1 x 0 CRUZEIRO
SÃO PAULO - Jean; Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo (Edimar); Jucilei, Hudson (Araruna), Shaylon (Brenner), Nenê e Everton; Diego Souza. Técnico: André Jardine.
CRUZEIRO - Fábio; Edílson, Manoel, Léo e Egídio; Ariel Cabral (Raniel), Henrique, Robinho, Thiago Neves (Rafael Sobis) e David; Barcos (Sassá). Técnico: Sidnei Lobo.
GOL - Diego Souza, aos 30 minutos do primeiro tempo.
ÁRBITRO - Heber Roberto Lopes (SC).
CARTÕES AMARLOS - Reinaldo, Bruno Alves, Robinho e Edílson.
PÚBLICO - 14.058 pagantes.
RENDA - R$ 380.708,00.
LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo.

Por Paulo Favero
Estadão Conteúdo

Imprimir