Cidadeverde.com
Geral

Preso suspeito de matar militante do PT em Teresina

Imprimir


(Foto: Reprodução Facebook/ PT Piauí)

O suspeito de matar o militante do Partido dos Trabalhadores (PT), João Felipe de Ferreira, foi preso na manhã desta terça-feira (07) . Ele foi identificado como Jônatas Patrik Sirqueira Araújo, conhecido como "Pitchula".  A prisão ocorreu em uma residência no bairro Monte Horebe, na zona sudeste de Teresina. João foi alvejado durante um assalto em novembro deste ano. 

De acordo com o delegado Jarbas Lima, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em nota divulgada à imprensa, o suspeito confessou o crime.

"Vale ressaltar que após a prisão Jônatas Patrik em seu interrogatório espontaneamente confessou a prática do latrocínio e alegou em sua defesa que cometeu tal fato porque estava sob efeito de drogas e também por conta da vítima ter reagido. A equipe de investigação continua diligenciando no sentido de prender o outro autor do latrocínio", informou a nota.

João Felipe foi morto no dia 07 de novembro de 2018, na praça Novo Milênio, na Vila São Sebastião, no bairro Todos os Santos, na zona Sudeste de Teresina. O crime ocorreu por volta das 20h. A vítima chegou a ficar internada por dois dias, mas faleceu na madrugada do dia 09 de novembro. 

A DHPP relatou que a "vítima estava sentado em um banco na praça conversando com um colega, quando ambos foram abordados pois dois indivíduos que estavam a pé, dentre eles  'Pitchula', que munido de uma arma de fogo anunciaram o assalto, onde, após recolherem os celulares das vítimas, 'Pitchula' efetuou um disparo na região do peito direito de João e evadiu-se do local com seu parceiro na moto da vítima". 

A moto foi localizada no dia seguinte ao latrocínio abandonada no bairro Monte Horebe.

O Departamento de  Homicídios e Proteção à Pessoa disponibiliza o número telefônico 181 para denúncias anônimas.


Imagem divulgada pela DHPP


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com
Com informações da DHPP

Imprimir