Cidadeverde.com
Política

Assis Carvalho diz que Ciro Gomes "erra de novo" ao excluir o PT da oposição

Imprimir


O deputado federal, Assis Carvalho, presidente estadual do PT no Piauí, afirmou nesta sexta-feira (21) que o ex-governador Ciro Gomes (PDT) “erra de novo” ao querer excluir o PT do bloco de oposição que está sendo formado em nível nacional. 

Ontem, o PDT, PCdoB e PSB oficializaram a formação de um bloco de oposição na Câmara ao governo do futuro presidente, Jair Bolsonaro. O bloco isola o PT, legenda derrotada no segundo turno da eleição presidencial.

Assis Carvalho criticou Ciro Gomes afirmando que ele continua com uma visão equivocada e que ele está “cheio de dengo e de ódio” do Partido dos Trabalhadores.

Assis Carvalho concedeu entrevista hoje ao Jornal do Piauí e comentou sobre o bloco de oposição criado ontem. As informações são que Ciro Gomes quer ser o principal nome da oposição e fazer a frente desse blocão, para quebrar a hegemonia do PT no que diz respeito a oposição.

“Não há oposição sem PT. No primeiro turno o PT teve 30 milhões de votos, então quem tem uma votação expressiva, praticamente só, como teve o PT, porque tem base social, porque tem força, mostra que não há oposição sem ele. Então é uma decisão que se toma, vamos respeitar a oposição. Eu acho que o Ciro erra de novo, porque é conduzido por uma estratégia que sempre acha que a única forma de dar visibilidade ao Ciro é ele assumir o protagonismo do PT. Só que você não consegue isso brigando com o PT. Seria mais conveniente ele criar as bases sociais que o PT criou”, criticou o deputado.

Assis acrescentou que o Ciro errou a primeira vez porque poderia ter sido o candidato a presidente. “Foi convidado com essa missão e naquela época o Mangabeira dizia que qualquer candidato que o PT se aproximasse, não chegaria sequer ao segundo turno, visão equivocada. Viu-se o contrário, que mesmo o Lula preso injustamente, sem o PT não teria campanha dentro das condições colocadas. O Mangabeira errou quando tirou o Ciro do nosso apoio, depois o Ciro ficou cheio de dengo, porque o PSB numa posição estratégica resolveu ficar com o PT. Ele queria que o PT dissesse; não Ciro, toma o PSB pra ti. Ora, mas isso não existe”.

O parlamentar disse ainda que “o triste é a miudeza do Ciro, todo cheio de dengo, de raiva, de ódio, por conta disso. Mostra que não tem dimensão de conduzir uma posiçã, então vai errar de novo porque não existe oposição sem PT”. Para Assis Carvalho, essa decisão não fragiliza a oposição do PT no Congresso nessa trincheira que será fundamental no debate com o novo governo que terá uma configuração diferente no Planalto. “A oposição terá várias frentes. Acho que é louvável se eles conseguirem fazer uma oposição neste bloco que está se formando. O que digo é que o PT continuará sendo oposição e tem a maior bancada do congresso com 57 deputados".

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

 

 

Imprimir