Cidadeverde.com
Geral

SESI garante recursos para tratamento oncológico no Piauí

Imprimir

Fotos: Ascom

O presidente do Conselho Nacional do Serviço Social de Industria (SESI), ex-ministro João Henrique de Almeida Sousa, visitou na manhã desta sexta-feira (21) a Associação Piauiense de Combate ao Câncer - Hospital São Marcos (APCC/HSM), em Teresina. Por meio do SESI, João Henrique viabilizou a liberação de recursos financeiros para a Associação, para a aquisição de equipamentos cirúrgicos visando a melhoria da qualidade do atendimento e a segurança nos procedimentos médicos.

João Henrique foi recebido pelo diretor-geral do HSM, Joaquim Almeida, e pelo diretor-técnico Jefferson Campelo, que o acompanhou em visita ao centro cirúrgico, onde pode conferir o funcionamento de uma mesa cirúrgica adquirida com os recursos liberados pelo SESI. No total, foram compradas três mesas cirúrgicas de R$ 130 mil casa, no valor total de R$ 390 mil, da marca francesa Maquet, equipadas com luzes, sensores, suportes e deslocamentos automatizados, que permitem à equipe médica realizar os procedimentos cirúrgicos com mais precisão e segurança para o paciente. 

Jefferson Campelo explicou que a mesa é o que há de mais moderno em equipamento cirúrgico no país. Segundo ele, poucos hospitais no país dispõem do equipamento - no Piauí, só o HSM. A doação dos recursos do SESI ocorreu por meio do Projeto Qualidade e Segurança do Paciente em Cirurgia Oncológica da APCC/HSM. Por ser uma entidade filantrópica sem fins lucrativos, a APCC/HSM presta serviços a pacientes oncológicos do SUS e busca garantir recursos para manter e ampliar suas atividades, projetos e estrutura física através da captação de recursos, por meio de doações e verbas suplementares. 

“O gesto do Conselho Nacional do SESI foi muito útil ao estado do Piauí. Dentre todas as atribuições que fizemos a este e a outros hospitais, esta foi, sem dúvida, a mais marcante para o SESI na minha gestão”, declarou João Henrique. O diretor-geral do hospital, Joaquim Almeida, explicou que os equipamentos médicos são as ferramentas que mais influenciam o nível de excelência dos processos das organizações hospitalares. “A introdução permanente de novas tecnologias e suas inovações permite alcançar maior complexidade na assistência aos pacientes, pois garante atendimento resolutivo à população, sobretudo os pacientes do SUS, e fortalece o compromisso com os direitos dos cidadãos”, disse Joaquim Almeida.


[email protected]

Imprimir