Cidadeverde.com
Geral

Segurança estuda criar órgão especializado em crimes contra o patrimônio em 2019

Imprimir

O Piauí pode ganhar em 2019 uma delegacia especializada em crimes contra o patrimônio. O anuncio foi feito pelo secretário de segurança, coronel Rubens Pereira, durante entrevista à TV Cidade Verde nesta quinta-feira (27). A ação seria uma ofensina contra os crimes de roubo, principalmente em Teresina.

"Precisamos atuar de forma especializada. É o grande desafio do Brasil enfrentar os crimes contra o patrimonio. O latrocínio só ocorre porque não houve o enfrentamento antes, traçando o perfil dessa pessoa que passou pelo distrito. Estamos discutindo a criação de uma delegacia especializada para tratar desses assuntos, mas tambem especializar policiais militares e agentes de outras secretarias", afirmou o secretário.

O secretário reconhece que o problema é difícil, complexo, e que exige atuação integrada de muitos órgaos. "Temos que combater a impunidade. As pessoas não podem sentir que o Estado não está agindo. Por isso, esse órgão especializado para enfrentar os crimes contra o patrimonio", afirmou.

Rubens Pereira, que anunciou a redução de 9% no número de mortes violentas no Piauí em 2018, destacou o trabalho da polícia no enfrentamento ao crime. 

"Se os presídios estão cheios, essas pessoas não chegaram lá de táxi, caminhando. A PM esteve atuando, a Polícia Civil, Ministério Público e Judiciário. Esse é o grande desafio do sistema criminal: fazer com que as pessoas que estão delinquindo não voltem a delinquir. Muitas políticas precisam ser acionadas. Nós temos hoje uma rede nacional, um crime organizado que alimenta esses crimes de menor potencial ofensivo. Precisamos de uma frente nacional para encarar isso", finalizou.

Foto: Catarina Malheiros

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir