Cidadeverde.com
Viver Bem

Cuidados com a saúde antes e depois da depilação

Imprimir

Foto: Pixabay/fotos gratis

Mulheres e homens utilizam diversos métodos para depilar o corpo, deixando a pele lisa e macia. Motivos alegados para tal prática não faltam: estética, higiene e saúde são alguns dos argumentos apresentados. Independentemente da justificativa, é importante manter alguns cuidados antes e depois do processo para evitar complicações para a saúde, como irritações e até mesmo infecções.

O primeiro passo é saber que a remoção dos pelos é um hábito cultural. Por isso, não vale alegar que é por causa da saúde. Ao contrário! Eles são barreiras importantes de proteção do corpo. Quando os pelos são removidos, o organismo não conta mais com esse escudo contra agentes infecciosos.

Outra informação importante antes de começar a retirar todos os pelos do corpo: lâmina, pinça e cera podem causar irritação na pele, lesões e, até mesmo, inflamações. Por isso, é necessário muito cuidado independentemente do método utilizado

Hidratação

Quem deseja depilar o corpo deve se preocupar e muito com a hidratação. Utilize produtos indicados para o tipo de pele. Se for experimentar algo novo, teste antes em uma pequena área do corpo para constatar possíveis reações alérgicas

Preparação

Alguns dias antes da depilação, é recomendado fazer uma esfoliação suave para remover células mortas. Se a pele apresentar alguma irritação ou ferida, espere a situação melhorar até fazer a depilação. Caso contrário, o problema pode piorar ainda mais.

A pele precisa estar limpa. Tome banho morno antes de iniciar o processo. A prática abrirá poros e evitará que os pelos fiquem encravados. Se for utilizar lâmina, escolha um modelo com barra lubrificante.

Sol

Para quem tem o hábito de depilar o corpo minutos antes de seguir para a praia ou piscina, cuidado! Após a depilação, evite a exposição ao sol. Roupas muito apertadas também devem ser evitadas.

Utilize também produtos específicos para cuidar da pele, mantendo-a sempre hidratada. Para evitar complicações, consulte uma dermatologista.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir