Cidadeverde.com
Geral

Empresário é preso suspeito de arrastar sogra por 30 m em veículo

Imprimir

Delegada Vilma Alves (arquivo-Cidadeverde.com)


O empresário Roberto Marinho Barros dos Santos foi preso em flagrante suspeito de arrastar sua sogra por cerca de 30 metros na tarde desta sexta-feira (1), na rua Francisco Mendes, no bairro Cabral, zona Norte de Teresina. 

Roberto Marinho é o mesmo que se envolveu em uma polêmica ao agredir verbalmente três jovens na fila do drive-thru do McDonalds, na zona Leste de Teresina, no ano de 2014. O caso ficou conhecido como do 'Valentão do McDonalds'. 

Segundo testemunhas, a vítima estava presa ao veículo do empresário e teve lesões em várias partes do corpo. O coordenador do Grupo de Apoio Operacional (Gao), Joatan Gonçalves, efetuou a prisão no momento do crime. Ele informou ao Cidadeverde.com que o empresário chegou a dar a ré ameaçando passar por cima da sogra.

"A informação é que ele teve uma discussão com a sogra e a arrastou por cerca de 30 metros deixando a sogra em carne viva", disse Joatan Gonçalves.
O Grupo de Apoio Operacional deu suporte a Delegacia da Mulher. 

O caso ficará com a delegada Vilma Alves. Ela informou que o crime se enquadra na Lei Maria da Penha com um agravante de tentativa de feminicídio.

"Ela está em carne viva. Está com as costas, nas pernas, as nádegas feridas. Ele parou o carro e tentou passar por cima dela. É uma tentativa de feminicídio por ela ser mulher e ter ódio da sogra. Isso é misoginia pura", disse a delegada Vilma Alves.

Cidadeverde.com tentou falar com o advogado do suspeito, mas não obteve resposta. 

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir