Cidadeverde.com
Geral

Sem avanço, greve de motoristas e cobradores de ônibus permanece nesta terça-feira

Imprimir

Foto: Roberta Aline

A greve dos motoristas e cobradores do transporte público de Teresina vai permanecer nesta terça-feira (5). A informação é do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro). Segundo o sindicato, não houve avanços nas negociações e só 30% da frota vai rodar amanhã

"Continua tudo do mesmo jeito. Nesta terça permanecem os 30% da frota rodando.Não teve reunião, não teve nada", disse o presidente do Sintetro, Fernando Feijão. 

No mês de janeiro os trabalhadores realizaram paralisações de advertência e chegaram a fazer reunião com representantes da categoria, do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) e da prefeitura de Teresina, mas não houve um consenso.  

Em reunião realizada no dia 22 de janeiro a direção do Setut acusou a Prefeitura de Teresina de não repassar recursos de subsídio e afirmou que isso compromete o reajuste no salário dos motoristas e cobradores de ônibus. No entanto, o executivo municipal, em entrevista à TV Cidade Verde, negou ter dívidas com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos.

Para amenizar os efeitos da greve, a Superintendência de Trânsito e Transportes de Teresina (Strans) cadastrou 90 vans e ônibus. "Continuam os cadastros, continua a fiscalização para manter os 30% da frota", disse o diretor de transportes públicos da Strans, Francisco Nogueira.

Segundo ele, a fiscalização permanece e nesta terça deve ser divulgado um levantamento sobre o funcionamento da frota durante a greve. Até o momento não foram aplicadas multas.

"Estamos com o pessoal no campo. Ficou de ser feita uma avaliação amanhã, tendo em vista que os dados estão um pouco desencontrados com que o sindicato está dizendo. Não está batendo. Estamos com fiscalização em vários terminais", explicou.

A gratuidade para idosos e a tarifa estudantil (meia passagem) está sendo respeitada, porém o usuário deve apresentar carteirinha (estudantes) e o cartão que dá direito aos benefícios (idosos acima de 60 anos). Em caso de descumprimento das normas de autorização, os usuários devem denunciar à STRANS, pelo whatsapp: 86 99460-2486. Se foram comprovadas as denúncias, a autorização para o transporte será suspensa.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir