Cidadeverde.com
Entretenimento

Artistas mostram como foram afetados por temporal no Rio

Imprimir

Temporais atingiram o Rio de Janeiro com tanta força nos últimos dias que fizeram com que a cidade entrasse em estágio de crise na noite de quarta-feira, 6. Diversos artistas que moram na cidade compartilharam em suas redes sociais os estragos causados pelas chuvas intensas.

A modelo Gracyanne Barbosa relatou as dificuldades para chegar ao ensaio de carnaval. Inicialmente, ela mostrou que estava se arrumando para sair quando a luz acabou. Depois, pela janela do carro, mostra a água em níveis elevados na Barra da Tijuca: "Mandaram uma piadinha pra mim e disseram que estou ilhada. Não era essa ilha que eu queria, Brasil", disse, fazendo um jogo de palavras com a escola de samba carioca pela qual irá desfilar no carnaval, a União da Ilha. Nos vídeos seguintes, comunica que não conseguiu chegar ao local.

A chuva forte chegou a alagar a casa de Mayra Cardi e fez com que a ela desistisse dos planos de viajar. "A casa inteira alagou, está acabando o mundo lá fora. Sophia até acordou com esse barulho", relatou ao mostrar a filha.

Já os amigos Paulo Gustavo, Claudia Raia, Paolla Oliveira, Katiuscia Canoro, Lucas Veloso, Welder Rodrigues e Paulo Vieira permaneceram ilhados em um restaurante no Shopping Leblon durante a noite.

A atriz Juliana Paes, que estava se preparando para mudar o visual por causa de uma novela, precisou terminar o corte de cabelo sem luz alguma. "Primeira vez que eu corto o cabelo com a luz de celular. Tem uma primeira vez pra tudo, né?", brincou.

Na manhã de quinta-feira, 7, Camila Pitanga disse que ficou presa no Instituto Moreira Salles, na zona sul do Rio, com cerca de 70 pessoas, que também não conseguiam deixar o local por conta da chuva. Nos stories, ela mostrou as árvores caídas da região e escreveu: "Agradeço a equipe do IMS, que com tenacidade e profissionalismo cuidou de todos". O ator Humberto Carrão também estava no local e compartilhou os estragos da chuva em seu Instagram.

Jonathan Azevedo, por sua vez, compartilhou um deslizamento de terra que ocorreu a cerca de 100 metros de sua casa, na região do Vidigal. "Se liga numa parada... Minha casa é ali... Olha onde foi o deslizamento... Nem [a] 100 metros da minha casa. Tô muito de cara com isso. Olha isso tudo aqui, c***, pertinho da minha casa", afirmou, impressionado.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir