Cidadeverde.com
Geral

Oito famílias ficam ilhadas e usam canoas para saírem de casa em Teresina

Imprimir
  • lagoa_do_norte_alagada_.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-2.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-3.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-4.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-5.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-6.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-7.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-8.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-9.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-10.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-11.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-12.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-13.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-14.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-15.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-16.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-17.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-18.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-19.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-20.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-21.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lagoa_do_norte_alagada_-22.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Oito famílias estão ilhadas na Vila Apolônio, na zona Norte de Teresina. Para sair das casas, os moradores precisam usar canoas. As famílias temem que o nível das águas do Rio Poti aumente ainda mais e de maneira repentina, provocando uma tragédia. 

O acúmulo de água na vila decorre do Rio Poti e de uma lagoa ao lado da vila, que tiveram o nível de água aumentado devido as fortes chuvas regulares que caíram na região. 

A dona de casa Maria Valdemir Pereira dos Santos, 53 anos, mora no local, junto com os filhos. Ela disse que desde o ano passado retirou seus pertences do local e levou para casa de amigos. Dona Maria lamenta a situação e diz que não tem para onde ir. 

"Minhas coisas estão na casa de outra pessoa desde o ano passado. A situação da casa do meu filho (vizinho dela) é crítica, porque a pessoa não tem um lugar digno para morar. Não temos ajuda de ninguém só de Deus, os políticos só vêm na época de eleição, pedir voto e passou, acabou-se! A gente não deixa aqui porque não tem para onde ir. Tem uns cinco anos dizendo que vão tirar a gente daqui e nunca chegou nossa vez", declara a moradora da Vila que precisa usar canoa para sair de casa.

Nesta quarta (03), o Rio Poti alcançou oito metros e atingiu a cota de atenção na zona urbana de Teresina. A informação é da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

Mais uma vez, o ponto turístico Encontro dos Rios corre o risco de ficar alagado. Em anos anteriores, ele sofreu com o aumento considerável dos rios Parnaíba e Poti. Ele também está localizado na zona Norte da capital.  

O Programa Lagoas do Norte realiza o monitoramento diário do nível dos rios Poti e Parnaíba junto aos órgãos federais responsáveis pelas medições.

 

Carlienne Carpaso e Roberta Aline
Com informações da repórter Mayra Monteiro
[email protected]

Imprimir