Cidadeverde.com
Cidades

Comerciante é preso e suspeitos são conduzidos por roubo de malotes em Piripiri

Imprimir

Fotos: PRF

Cinco homens suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em assalto a malotes bancários no município de Piripiri, a 165km de Teresina, foram conduzidos à delegacia do município. A condução ocorreu na sexta (12) por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) .

Uma nota da PRF afirma que "com a quadrilha foram encontrados drogas, cheques, cartões de crédito e um revolver cal.38 com seis cartuchos não deflagrados". Os suspeitos estavam em três veículos diferentes quando foram abordados pelos agentes. Todos foram conduzidos ao Complexo de Delegacias de Piripiri para o possível flagrante. 

Em contato com o delegado Jorge Terceiro, da Delegacia de Piripiri, o Cidadeverde.com recebeu a informação de que apenas um dos conduzidos ficou detido na delegacia pelo crime de porte ilegal de arma (o revolver calibre.38). 

"Foram cinco conduzidos, mas só temos um boletim de ocorrência por porte ilegal de arma de uma das pessoas. Esse que ficou preso é um comerciante. E também não foi apresentado nenhuma droga", disse o delegado. Os demais quatro suspeitos foram liberados; não havia nenhum registro contra eles. 

Sobre os cheques apresentados no flagrante, o preso informou que trabalha no comércio e estava cobrando pessoa que lhe devem na região. E ele não tinha passagens pela polícia. Segundo depoimento, o delegado relatou que o suspeito afirmou ter a arma para proteção própria, pois já foi assaltado por inúmeras vezes. 

"Foi encontrado com ele alguns cheques porque ele é comerciante. Ele alegou que tem um atacado e varejo em Fortaleza, segundo alegações dele, vende para muita gente, e  vinha da região do Maranhão, fazendo a cobrança de pessoas que devem ele. Os cheques seriam do comércio dele".

PRF

A asessoria de comunicação da PRF informou que a equipe responsável pela condução foi até a delegacia prestar esclarecimentos. A assessoria esclareceu que as informações são de que todos os supeitos, inclusive o comerciante, iriam agir na região uma vez que quatro deles (não foram citados quais) já tinham envolvimento a roubo de carros de transporte de valores. Como não houve flagrante, a não ser o de porte ilegal de arma, os demais foram liberados. A investigação do envolvimento dos suspeitos continuam. A PRF atuou de maneira preventiva a um possível roubo na região, ressaltou. 



Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir