Cidadeverde.com
Geral

HUT completa 11 anos com mais de 750 mil atendimentos e 140 mil cirurgias

Imprimir

Foto: Ascom/HUT

Para comemorar 11 anos da sua inauguração, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) irá realizar nesta quinta-feira, 23 de maio, uma celebração ecumênica no estacionamento da administração, a partir das 17h. Referência no atendimento de média e alta complexidade para urgência e emergência, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o HUT já realizou desde sua inauguração 750.321 atendimentos e 141.108 cirurgias. Esses números, de acordo com Clara Leal, diretora geral do HUT, reforçam a importância do HUT para população do estado do Piauí, sobretudo para o atendimento especializado de pacientes vítimas de trauma.

“O HUT é um hospital que não para. Temos 30 especialidades médicas e exames de alta complexidade, como a tomografia computadorizada, à disposição da população 24 horas por dia. Além disso, temos profissionais especializados com cursos de extensão e especialização nos melhores hospitais do país como Albert Einstein e Sírio Libanês. Tudo isso torna nossa assistência ainda mais qualificada”, destacou a diretora.

Clara Leal destacou ainda que o HUT, desde sua inauguração, vem trabalhando para se especializar na área do trauma. Com isso, o Ministério da Saúde já concedeu três habilitações de alta complexidade nas áreas de nutrição, ortopedia e neurocirurgia. “Essas habilitações são concedidas após uma análise criteriosa da estrutura, equipamentos e da qualificação dos servidores. Nossa meta é implementar a alta complexidade em todas as áreas médicas de assistência ao trauma. Assim, poderemos oferecer a nossa população um atendimento mais especializado para as vítimas politraumatizadas”, explicou.

Dentre os atendimentos realizados no HUT, os acidentes com motocicletas ocupam o primeiro lugar geral na lista de motivos de entrada. Nesses 11 anos de funcionamento, o HUT já realizou 159.447 atendimentos de vítimas de acidentes de trânsito. Destes, 85% são de vítimas de acidentes com motocicletas.

De acordo com Justivan Leal, diretor técnico do HUT, esses pacientes são muito graves e necessitam de um atendimento especializado. “No Piauí, somente o HUT possui uma equipe multidisciplinar de plantão presencial, 24 horas por dia, para realizar esse tipo de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A população do nosso estado confia no nosso trabalho e isso é um grande presente para todos que fazem do HUT um hospital de referência para todos do Norte e Nordeste do Brasil”, destacou.

Depois dos acidentes de trânsito, os motivos de procura por atendimento no HUT que mais se destacam são o mal súbito, com 18,6% do total de atendimentos, e dor no olho, com 7,7%. O mal súbito, segundo o Dr. Justivan, é um mal-estar repentino que acontece sem um motivo aparente. “Nesses casos a pessoa deve ser encaminhada imediatamente para um serviço de saúde mais próximo. Como não se sabe o que provocou o mal estar, a probabilidade de ser algo grave é muito alta”, disse o diretor.

Por conta do grande número de atendimento de vítimas de acidentes de trânsito, sobretudo com motocicletas, o HUT tem realizado por mês mais de 800 cirurgias ortopédicas, representando quase 60% do total de cirurgias. Segundo o ortopedista Osvaldo Mendes, cerca de 90% das cirurgias ortopédicas são em pacientes vítimas de acidentes de trânsito.

“O que estamos observando é que a gravidade dos acidentes está cada vez maior. O alto impacto gera traumas graves que podem deixar a pessoa com sequelas permanentes ou levar à morte imediata. Além das fraturas expostas de membros, os traumas fechados de abdômen e os traumatismos cranianos são as lesões mais comuns nesses tipos de acidentes”, explicou o ortopedista.

Da redação
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir