Cidadeverde.com
Política

Guarda deve ter papel preventivo,diz ex vice-prefeita de São Paulo em Teresina

Imprimir
  • Sem-Título-12.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Sem-Título-11.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Sem-Título-10.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Sem-Título-9.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Sem-Título-8.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Sem-Título-7.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • Sem-Título-6.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com

Em um ciclo de debates realizado nesta sexta-feira (24) pelo PCdoB, a ex-vice-prefeita de São Paulo, Nádia Campeão, defendeu o papel preventivo da guarda municipal na segurança pública. Para ela, os agentes municipais não têm o mesmo papel legal que outras forças policiais.

Nádia, que é dirigente nacional do PCdoB, lembrou da ação de prevenção que teve a guarda metropolitana de São Paulo na época em esteve a frente como vice-prefeita de Fernand Haddad (PT). "Durante a nossa gestão a guarda civil se orientou bastante para o trabalho preventivo, em escolas, na área da saúde, e em serviços voltados para a área de assistência", explicou.

Segundo Nádia Campeão, um dos campos de atuação da segurança municipal era a proteção de mulheres vitimas de violência, no programa Guardiã Maria da Penha. "A guarda ajudava no acompanhamento de medidas protetivas", lembrou. Outro programa que a segurança metropolitana era encarregada da mediação de conflitos nas 32 subprefeituras da cidade. 

"A população, muitas vezes, espera da guarda uma postura parecida com a das outras polícias. É legitimo que a população espere por isso, mas a guarda não está formatada, nem legalmente nem pelos preceitos constitucionais, para agir como as outras polícias que tem o papel constitucional. É importante permanecer essa diferenciação entre a guarda metropolitana e as demais polícias", destacou Nádia. 

Para o presidente do PCdoB no Piauí, Osmar Junior, o crescimento das cidades fez crescer também a pauta da segurança pública. "A segurança se integra como uma das questões que a população põem na ordem do dia. O papel da guarda é um ponto de partido. Ela deve ganhar um orçamento maior na cidade? Ou ela é apenas um apêndice na gestão municipal?", questiona.

Cenário nacional do partido

Em entrevista, Nádia Campeão falou sobre a avaliação do novo governo. Para ela, ainda não foram dadas respostas a problemas como o desemprego.  "A agenda do governo é uma agenda completamente diferente da agenda do Brasil. Se posicionar contra o corte das verbas da educação e outras medidas que não vem no interesse da população", criticou. 

Campeão também apontou o crescimento da repercussão de figurados do PCdoB no cenário politico nacional, citando a candidata a vice-presidente do Brasil, Manuela Dávila, e o governador do Maranhão , Flavio Dino. 

Os debates contam com o apoio da fundação nacional Maurício Grabois, ligada ao partido. O primeiro debate foi realizado no Real Pálace Hotel, no Centro de Teresina.


Flash Valmir Macêdo
redacao@cidadeverde.com  

Imprimir