Cidadeverde.com
Viver Bem

Nadar no mar faz bem para a saúde, mas exige cuidados

Imprimir

Foto: Pixabay / fotos gratis

O mar oferece um dos prazeres mais simples e reconfortantes da vida: nadar em suas águas. Para quem ainda não teve a oportunidade ou sente algum medo, há algumas dicas importantes.

Embora não se deva ter medo, é preciso desenvolver respeito e alto nível de cautela. Muitas pessoas, por imprudência ou ignorância, perderam suas vidas nadando em mar aberto. Para evitar sustos, existem diretrizes de segurança que precisam ser conhecidas.

As correntes marinhas são perigosas, já que arrastam ou submergem o nadador em direção ao fundo do mar. Por isso, antes de qualquer coisa, é vital saber como a corrente flui e como sair, caso necessário

Dicas

Em primeiro lugar, não fique nervoso ou em pânico. Nem tente nadar contra a corrente para não gastar toda a sua energia. Além disso, é bom praticar natação sempre acompanhado por outra pessoa e perto de um posto de salva-vidas.

É bom respeitar as instruções dos profissionais. Em muitos lugares, o grau de segurança ou perigo do mar é indicado de acordo com a cor da bandeira

Se a corrente arrastar você, o indicado é nadar em paralelo à costa e, quando diminuir a intensidade, tomar a direção para sair da água. Se estiver cansado, tente fazer sinais com os braços ou grite por ajuda.

Medo de mar

Ainda que pareça óbvio, é muito importante fazer algumas aulas para aprender a nadar no mar. É conveniente começar em um ambiente mais controlável, como a piscina, onde não há fatores de dificuldade como no mar.

Dessa forma, um instrutor de natação pode corrigir a postura e o alinhamento do corpo ao nadar.

Aprenda a respirar

Antes de nadar, devemos aprender a respirar corretamente É necessário respirar na superfície e continuar em apneia com a cabeça submersa após várias braçadas. Muitas pessoas usam fórceps nasais para inalar e exalar o ar sempre pela boca

Acima de tudo, não se esqueça que nadar no mar deve ser uma atividade para desfrutar da natureza enquanto você trabalha para entrar em forma. É importante agir sempre com cautela e bom senso, mas também não podemos fazê-lo com uma atitude de medo.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir