Cidadeverde.com
Viver Bem

Alimentos que ajudam manter o coração forte e saudável

Imprimir

Foto: Pixabay/fotos gratis

Cuidar do coração é algo que deveria estar entre as principais metas de vida. Isso porque as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte do mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O lado bom é que a maioria dessas doenças pode ser evitada com mudanças de hábito simples, como controle do peso, alimentação saudável e prática regular de exercícios físicos.

O fato é que alguns nutrientes devem marcar presença no prato para ajudar a manter o coração forte e saudável. Substâncias antioxidantes, como a vitamina E os flavonoides, ajudam a prevenir o envelhecimento precoce e têm função cardioprotetora, enquanto as gorduras boas, a exemplo do ômega 6, mantém níveis de colesterol - bom e ruim - em equilíbrio.

Gorduras boas

Os ácidos graxos, a exemplo do ômega 3 e ômega 6, são exemplo de gordura boa que merece um espaço cativo no cardápio. Encontrados em peixes de água fria, como salmão, atum e truta, os graxos ajudam na redução dos níveis de triglicerídeos e colesterol total no sangue.

Flavonóides

São substâncias presentes em alimentos como chocolate amargo, jabuticaba e uvas tintas. A grande vantagem deste nutriente é sua ação antioxidante, que previne o envelhecimento precoce das células - inclusive as do coração. Além disso, os flavonoides reduzem o LDL (colesterol ruim) e diminuem o risco de doenças cardiovasculares.

Resveratrol

Esse tipo de substância antioxidante está presente nas uvas tintas junto com os flavonoides. Além de proteger o coração contra o envelhecimento, o resveratrol reduz os níveis de colesterol ruim, o LDL. Essa dupla (resveratrol e flavonoides) pode ser encontrada no vinho tinto, mas atenção: é preciso consumir a bebida com moderação.

Fibras

Presentes em alimentos como frutas, legumes e verduras, ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue. Mas uma delas, em específico, deve ser consumida com mais frequência: a betaglucana, uma fibra solúvel presente na aveia, inibe a absorção de gordura, aumenta a fração de HDL (colesterol bom) e melhora a circulação sanguínea.

Licopeno

Trata-se de um carotenoide presente em abundância no tomate. Dietas ricas em licopeno, que tem ação antioxidante também, ajudam a diminuir os níveis de LDL no sangue, o tal colesterol ruim, e também a controlar a pressão arterial, prevenindo doenças cardiovasculares.

Vitamina E

A vitamina E é conhecida por seu alto poder antioxidante. Além de prevenir o envelhecimento precoce das células e combater os radicais livres, a vitamina E diminui o risco de doenças cardiovasculares por promover o relaxamento dos vasos sanguíneos, diminuindo também a formação de placas de gordura.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir